fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Quando se tem uma pastagem que apresenta baixa produtividade, alto índice de plantas daninhas e baixo valor nutricional, talvez seja a hora do pecuarista tomar a decisão de reforma de pastagem. Neste artigo vamos falar tudo que você precisa saber sobre esse assunto, além de mostrar algumas dicas neste processo.

Venha Comigo!

 

reforma de Pastagem

 

Assim como ocorre em outras atividades econômicas, a pecuária passa por evoluções constantes, não é mesmo? Nesse sentido, a recuperação de pastagens se transformou em um procedimento necessário para manter a produtividade em alta. Muitos pecuaristas têm a dúvida de se é possível fazer a manutenção de um pasto degradado ou se é necessário mudá-lo completamente. Nas dicas de hoje vamos tratar sobre este assunto que é motivo de preocupação e cuidado de vários produtores. 

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

 

Quando é necessário reformar uma pastagem?

A degradação da pastagem acontece quando o pasto sofre uma queda na sua produtividade, vigor ou capacidade de recuperação natural, seja pela falta de nutrientes, erosão, invasão de plantas daninhas entre outros fatores, em resumo, quando a sua capacidade de suporte já não supre as necessidades dos animais. 

Apesar de exigir maior investimento, a reforma completa de um pasto é recomendada quando há necessidade de trocar a espécie forrageira, quando estiver tomado por plantas invasoras de difícil controle ou quando os resultados da análise de solo indicarem que ele está muito pobre em fertilidade necessitando de correção e adubação.

A reforma da pastagem consiste em práticas de preparo do solo, correção da acidez, adubação corretiva e por fim o plantio.

 

O planejamento da reforma de pastagens

Um dos fatores principais que restringe o aumento da produtividade na criação de gado é a pastagem degradada. Ao dar início no planejamento das áreas de pastagem, deve-se atentar à escolha de quais áreas devem ser reformadas.

O Produtor deve ter muito conhecimento sobre o terreno da sua pastagem, ou seja, ter total controle dos fatores que influenciam diretamente na sua produção. 

 

reforma de Pastagem
(Fonte: Canal Rural, 2020)

 

Dessa forma, você conhecerá quais são as boas área de pastagem, aquelas que devem ser modificadas e as áreas que devem ter um trabalho sendo feito, para descansar a pastagem sem prejudicar a alimentação dos animais, de modo que seja feito o descanso da região intensificada.

 

 

6 dicas para reforma de pastagem

A reforma é destruir o que foi feito. Quando as plantas não conseguem fazer o fechamento da área, é necessário uma reforma.

O tempo de recuperação será em torno de 100 a 120 dias. Preparamos algumas dicas para te ajudar na reformar de sua pastagem:

 

1º Dica – Análise do solo

Feita a escolha da área, partimos para a primeira e mais importante etapa, a análise de solo. O primeiro passo é retirar uma amostra de solo que seja representativa da área escolhida. As amostragens são feitas na profundidade entre 0-20 cm e 20-40 cm.

 

reforma de Pastagem

 

Perante os resultados da análise, deve ser feita a escolha de qual variedade de capim que será implantada no local, atentando-se às exigências da variedade escolhida, como o solo, clima, manejo e espécie/categoria animal.

 

2º Dica – Recomendação de adubação e calagem

A partir da análise de solo é feita, também, a recomendação de adubação e calagem. Em solos com pH ácidos, como é caso de boa parte dos solos brasileiros, pode ocorrer a indisponibilidade de nutrientes para a cultura, causando retardo no seu desenvolvimento e até queda na produção.

 

reforma de Pastagem

 

Além de corrigir o pH, diminuindo a acidez do solo, a calagem fornece cálcio e magnésio para as plantas, aumenta a CTC (Capacidade de troca catiônica) e melhora o aproveitamento de nutrientes pelas plantas.

 

3º Dica – Gessagem

O gesso agrícola apresenta teores de cálcio de 16% e de enxofre de 13% quantidades mínimas garantida pela legislação brasileira de fertilizantes e corretivos.

Gessagem é a técnica de aplicação do gesso agrícola com o objetivo de manejar características físico-químicas principalmente nas camadas subsuperficiais do solo.

A melhoria das características físico-químicas do solo em função da realização da gessagem está relaciona a fatores nutricionais e de melhora das condições das camadas mais profunda.

 

Solos no Brasil

 

4º Dica – Preparo do solo: aração e gradagem

A gradagem deve ser realizada quantas vezes forem necessárias para descompactar o solo devidamente. Usualmente de 2 a 3 gradagens são satisfatórias.

Nesse manejo do solo, um cuidado importante é de não entrar na área quando a ela está úmida, para evitar o “pé de grade”, que é uma camada com 5 cm ou mais de espessura endurecida ou compactada com baixa capacidade de infiltração de água no solo, causando erosão laminar.

 

reforma de Pastagem

 

Já a aração  tem a principal função de permitir que o solo tenha melhores condições de aeração, além de infiltração e armazenamento de água. Cabe à aração fazer a inversão das camadas do solo, normalmente realizada na profundidade de 20 cm.

 

5º Dica – Semente e semeadura

A compra das sementes é de extrema importância, a escolha de uma semente com alto poder de germinação, de qualidade e procedência, que lhe trará a produtividade e sucesso na formação da nova pastagem.

 

reforma de Pastagem
(Fonte: Gallery, 2013)

 

O plantio das sementes deve ser feito sempre na época recomendada de cada região, respeitando sempre os níveis de chuva e adubação exigida. Lembrando sempre, que para uma germinação eficaz, é recomendado que seja feita a incorporação da semente ao solo.

 

Conclusão

Uma reforma de  pastagem bem-feita pode trazer excelentes resultados. Você poderá ter um pasto completamente recuperado, e em pleno funcionamento novamente.

Tudo vai depender da análise inicial para identificar os problemas, e dos cuidados posteriores para conseguir manter o pasto em boa saúde. E por isso mesmo é importante ter cuidado com o que você planta depois da reforma.

Na reforma de pastagem, cada etapa do procedimento requer atenção e cuidado. E com isso você deverá, antes de tudo, contratar profissionais para lhe ajudar nesse procedimento.

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

Michelly Moraes