(31) 9 8720 -3111 contato@agropos.com.br

Você já parou para pensar o quanto o agronegócio no Brasil é importante? Pois saiba que é um setor econômico fundamental em nosso país, formado por diversas cadeias produtivas ou atividades agrícolas que ocupam um papel importante na nossa rotina.

Neste artigo vamos te explicar tudo que engloba o setor de agronegócio, tão conhecido por todos nós. A final se isso é tão presente assim é bom estar por dentro.

Agronegócio no Brasil: qual a importância para o país?

O agronegócio pode ser compreendido como a soma total das operações de produção e distribuição de suprimentos agrícolas, das operações de produção na unidade de produção, do armazenamento, do processamento e da distribuição dos produtos agrícolas e dos itens produzidos por meio deles.

Uma atividade de destaque e relevância para o desenvolvimento brasileiro ao longo de sua história.

Nos últimos anos, o agronegócio tem assumido uma merecida posição de destaque no debate econômico e nas grandes pautas de discussão no Brasil, com ampla repercussão midiática.

O setor vem ganhando os holofotes, devido às suas capacidades de expansão de produtividade e produção e de geração de oportunidades de emprego em várias regiões.

O Agronegócio encontra-se atualmente como o maior negócio da economia brasileira, sendo uma das principais locomotivas do progresso do país.

 

CICLOS DO AGRONEGÓCIO

ciclo do agronegócio é formado pelos insumos, a produção, distribuição e o consumo. E os produtos gerados são basicamente alimentos (in natura ou processados), biocombustíveis, têxteis e madeiras.

http://materiais.agropos.com.br/produtos-madeireiros-e-nao-madeireiros

Insumos são todas coisas que ajudam na indústria do agronegócio. Mão de obra, maquinário, adubos, transporte entre outros. Já as produções dizem respeito ao cultivo do solo, as várias culturas como laranja, milho, café, alface, cana, algodão, soja entre outros.

E a criação de animais, seja para obter leite, lã e os subprodutos desses ou gado de corte, por exemplo. E além do cultivo e criação, que é o início da produção, tem o processo de fabricação de outros produtos, que são os chamados processados.

Ciclos do Agronegócio

Fonte: Apostila Cadeia Produtiva do Agronegócios- Agropós 2019

INSUMOS

Pode se dizer que é a combinação de fatores de produção, diretos (matérias-primas) e indiretos, nas quais são tributos, energia e mão-de-obra, são considerados como os insumos, nos quais estão ativamente na elaboração correta da quantidade de serviços ou bens.

No agronegócio, podemos considerar como os principais insumos: ração, mão de obra especializada, adubo, sementes, defensivos, maquinários, entre outros.

 

PRODUÇÃO

O trabalho do agropecuarista, através do cultivo do solo e/ou da criação de animais, seja qual for o método utilizado ou o tamanho da área, é a chamada produção.

É o momento que se transforma o produto agropecuário em subprodutos, onde pode ser insumos para outros processos, bens de consumo como corantes, fios, ração, embutidos, carnes, queijos e o leite.

 

DISTRIBUIÇÃO

A distribuição é caracterizada pelo processamento, transporte e distribuição dos bens agropecuários, para consumidores e intermediários de todo o processo.

 

CLIENTE FINAL

São os consumidores dos produtos do agronegócio, ou seja, os que recebem produtos processados ou in natura.

 

QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO AGRONEGÓCIO NO BRASIL?

No Brasil, o agronegócio possui características de grande importância, sendo elas;

  • Disponibilidade: Menos de 10%¨do território brasileiro é utilizado como área de cultivo.
  • Ambiente Favorável: O que inclui abundância de água, solo propício ao plantio e boa luminosidade natural.
  • Clima Difícil:  Apesar do ambiente favorável, o agronegócio brasileiro enfrenta desafios com chuvas, estiagem, pragas e doenças nas lavouras
  • Complexidade: Longas distâncias de distribuição da produção são um entrave logístico.
  • Diversificação: Há um número bastante expressivo de produtos, como frutas, flores, hortaliças, açúcar, café, soja, algodão, cacau, madeira, borracha, carnes e ovos.
  • Empresas Familiares: A característica na maioria dos negócios rurais é de sucessão de pai para filhos.
  • Tecnologia de expansão: Com o avanço da agricultura de precisão, propriedades brasileiras estão cada vez mais aparelhadas e conectadas, fazendo uso de aplicativos e até drones.
  • Concentração em grandes players: Mercado é dominado por poucas empresas de porte gigante, o que por vezes remete a um sistema de oligopólio, com menor oferta de preços e condições de pagamento e recebimento.

 

https://agropos.com.br/pos-graduacao-em-melhoramento-genetico-em-culturas-agronomicas/

 

CARACTERÍSTICA DA MATÉRIA-PRIMA:

Caraterística da matéria-prima do agronegócio

Pode se dizer que somos um pais propicio a agropecuária as especificidades do sistema implantado no país beneficiam o setor. O que faz com que ele seja um dos principais segmentos de mercado.

Isso se dá, em grande parte, devido a três características fundamentais das matérias- primas.

  • Primaria: por meio da produção rurais, agricultores e pecuaristas.
  • Secundário: agroindústrias e fabricantes de insumos
  • Terciário: transportadoras, distribuidores e comerciantes de produtos agrícolas.

Essa integração entre os diferentes setores de atividades fez com que o agronegócio estivesse associado ao processo de modernização agrícola, incluindo a chamada “Revolução verde”.

Essa modernização envolve o uso cada vez maior de grandes maquinários, de compostos químicos (fertilizantes, herbicidas e outros) e conhecimentos científicos, a exemplo da biotecnologia e da genética responsável pelos alimentos transgênicos.

 

TIPOS DE PRODUTOS DO AGRONEGÓCIO NO BRASIL:

Tipos de produtores do agronegócio

O Agronegócio Brasileiro e formado por dois tipos de produtores sendo eles;

Pequenos e médios produtores: são os chamados mini fundiários, que possuem pequenas áreas de produção. Entre eles, predomina a agricultura familiar. Cuja a as plantações são realizada em suas propriedades.

Grandes Produtores: são os latifundiários, representados por proprietários e arrendatários de grandes extensões de terra. Em geral utilizadas para a monocultura de commodities (com oferta e procura determinados pelo mercado internacional), como soja, milho e algodão.

 

PRINCIPAIS PRODUTOS DO AGRONEGÓCIO NO BRASIL:

Principais produtos do agronegócio

Conheça a seguir quais são os principais componentes dessa cadeia:

  • Alimentos:são os produtos que envolvem toda a cadeia de produção alimentícia, como frutas, verduras, legumes, laticínios e cereais
  • Biocombustíveis: são os combustíveis orgânicos produzidos por meio de plantas, como a cana de açúcar.
  • Têxtil: produtos advindos de matérias-primas diversas, de origem animal, como o algodão, o linho e a lã. Esses insumos são utilizados para produzir roupas, artigos de cama, mesa e banho e bens de decoração, entre outros itens.
  • Madeira ou produtos florestais:o cultivo de árvores fornece a madeira e a celulose para a produção de produtos químicos. Além de insumos para a indústria moveleira, a construção civil e a produção de papel.
  • Fumo: cultivo de insumos, como plantas e folhas, se destinam à produção de tabaco para a indústria tabagista
  • Pesquisa e desenvolvimento: engloba a produção de novas técnicas agrícolas e pecuárias, realização de pesquisa e aplicação de novas tecnologias.

 

https://materiais.agropos.com.br/ebook-tecnologias-que-agregam-qualidade-a-pulverizacao

 

QUAL A IMPORTÂNCIA DO AGRONEGÓCIO NO BRASIL PARA ECONOMIA DO PAÍS?

O agronegócio é considerado como um dos propulsores da economia Brasileira, expressando valores significativos em relação a sua participação no mercado no que diz respeito ao número elevado de empregos gerados pelo setor, refletindo diretamente na renda.

Esse histórico referente ao desempenho desse setor se perpetua ao longo do tempo positivamente, de acordo com os registros, sendo esses, expressos nas formas quantitativas ou/e qualitativas.

Evidenciando assim, a importância do agronegócio na esfera global, superando até o setor industrial no que diz respeito à capacidade média produtiva, devido a sua dinâmica e participação na economia.

No início do ano de 2020 egundo o PIB do agronegócio brasileiro registrou alta de 1,2% em fevereiro, segundo cálculos do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), realizados em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil). Com isso, a elevação no acumulado do ano é de 2,42%.

Segundo pesquisadores do Cepea, pela ótica dos segmentos, o PIB do setor tem sido impulsionado principalmente pelo primário (ou “dentro da porteira”), que cresceu 3,86% no acumulado do bimestre.

 

A agroindústria

A agroindústria e os agrosserviços também tiveram alta, com redução do PIB apenas para o segmento de insumos. Pela perspectiva dos ramos, tanto o agrícola quanto o pecuário acumularam crescimentos no período, com destaque para o pecuário, com 4,61%.

 

Ramo agrícola

O ramo agrícola, o crescimento de 1,33% no bimestre refletiu sobretudo a alta do PIB do segmento primário, de 3,92%. Para esse segmento, considerando a média ponderada das diversas culturas acompanhadas, espera-se aumento de 3,57% na produção.

 

Ramo pecuário

No caso do ramo pecuário, os resultados ainda não contemplam dados relativos a volume de produção da maior parte das atividades, e, desse modo, o bom desempenho retratado reflete o comportamento dos preços, que foi favorável às cadeias pecuárias na comparação entre os primeiros bimestres de 2019 e de 2020.

 

TECNOLOGIA NO AGRONEGÓCIO

Tecnologia no Agronegócio

A grande aliada da produtividade para o setor do agronegócio é a tecnologia.

Equipamentos desenvolvidos com tecnologia de ponta facilitam a execução de tarefas, das mais simples às complexas, contribuindo para aumento da produtividade, qualidade e eficiência, além de reduzir significativamente o consumo de recursos naturais, como água, energia e combustível.

Os inúmeros benefícios da tecnologia têm motivado os produtores rurais a investirem cada vez mais em produtos, serviços e máquinas agrícolas de primeira linha, além da tecnologia da informação, importante principalmente para as revendas agrícolas.

Os avanços tecnológicos no campo contribuem para o aumento da produção e melhoria na renda e qualidade de vida dos agricultores, atraindo para o agronegócio novos investidores.

https://materiais.agropos.com.br/checklist-software-agricola

 

Confira cinco tendências da aplicação da tecnologia no agronegócio no Brasil:

  • Uso de sensores: Seu uso permite obter diversas informações importantes sobre a plantação, o solo e outros elementos fundamentais. Além de potencializar e agilizar a coleta de dados, os sensores também são capazes de realizar comandos de forma automática, executando tarefas a distância, em tempo real.
  • Drones: Os drones são um tipo de tecnologia de extrema importância e podem desenvolver diversas funções no campo, como captar imagens aéreas que permitem acompanhar o desenvolvimento da lavoura. Além disso, potencializa e agiliza a coleta de dados e executam comandos de forma automática, desenvolvendo atividades em tempo real.
  • Software de Gestão: O softwares e aplicativos de gestão estão sendo disponibilizados no mercado para auxiliar o produtor, principalmente em relação aos custos de produção e tem se tornado indispensáveis para facilitar as tarefas do dia a dia e no gerenciamento do agronegócio.
  • Biotecnologia: a aplicação de biotecnologias permite que profissionais encontre o cultivar ideal mais rapidamente a partir da incorporação de genes que vão resultar em características desejáveis na planta em determinadas condições. Normalmente, o produtor acessa a biotecnologia por meio da semente geneticamente melhorada.
  • Agricultura de Precisão: é um sistema de manejo integrado que reúne informações e tecnologias. Para isso, leva em conta as variações de espaço e tempo, fatores essenciais para o rendimento da produção. Isso significa que, leva em consideração a variabilidade de solo, ocorrência de pragas e de condições climáticas dentro de uma mesma propriedade.

 

https://agropos.com.br/pos-graduacao-em-gestao-e-economia-do-agronegocio/

 

CONCLUSÃO

Entender o que é o agronegócio e como ele funciona já é o primeiro passo para começar a compreender a sua importância para a economia brasileira.

Ao longo do artigo, você descobriu o conceito de agronegócio, suas principais características, setores e produtos. É um segmento que atua desde o campo, passa pelas indústrias e chega até o varejo e o mercado, para ser comercializado ou exportado.

Além disso, no agronegócio, existem as empresas agrícolas e as agroindústrias que, apesar de parecerem semelhantes à primeira vista, são organizações diferentes, mas que atuam em conjunto.

Por esse motivo vale a pena investir na educação e no aprendizado nesta área, aprimorando seus conhecimentos, e descobrindo novos desafios.

Escrito por Michelly Moraes.

Michelly Moraes
ligamos para você AgroPós