fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Nesse texto vamos te mostrar as maiores fábricas de papel do Brasil!

A cadeia produtiva de celulose e papel é de grande importância na economia brasileira, devido ao impacto significativo que a mesma exerce sobre inúmeras outras cadeias produtivas.

Esta cadeia se destaca por suas fábricas modernizadas, pela qualificação de profissionais, florestas altamente produtivas e a um trabalho que respeita os critérios de sustentabilidade.

Ela é composta, basicamente, pela produção e extração da madeira, fabricação da celulose e fabricação do papel.

 

 Fábricas de Papel

 

O setor de Papel e Celulose no Brasil

O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial de produtores de celulose. Só perde para os Estados Unidos. Dois fatores ajudam o país no setor: condições climáticas favoráveis e baixo custo da produção.

O Brasil possui 7,84 milhões de hectares plantados de eucalipto, pinus e outras espécies. A celulose de fibra curta vem das florestas de eucalipto.

Já a celulose de fibra longa vem das de pinus. No Brasil, 85% da produção de celulose é de fibra curta. A indústria brasileira de celulose e papel caracteriza-se por sua robustez e eficiência gerencial e tecnológica.

Ela é encarada como um setor organizado, forte e com alto viés competitivo em função de sua atuação exportadora para exigentes mercados globais, como América do Norte, Europa, Ásia e América Latina.

 

 Fábricas de Papel

 

4 Maiores empresas do setor de papel no Brasil

Veja abaixo as maiores empresas de papel e celulose do Brasil, vamos lá?

 

Klabin Monte Alegre

Fábrica da Klabin Monte Alegre, localizada na cidade de Telêmaco Borba, PR, foi inaugurada em 1946, é a maior produtora de papéis de fibra virgem para embalagens da América Latina e uma das dez maiores produtoras de papel cartão de fibra virgem do mundo.

 

 Fábricas de Papel      

A quarta maior do mundo em produção de papel cartão para líquidos (LPB) e a única no Brasil a oferecer esse produto. Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental.

Produz kraftliner e papel cartão para embalagens e comercializa toras de eucalipto e pinus. Capacidade de produção de mais de 1 milhão de toneladas de papéis por ano.

 

As principais doenças bióticas da eucaliptocultura no Brasil

 

Suzano

A Suzano é a primeira empresa no mundo a produzir celulose e papéis com 100% de fibra de eucalipto em escala industrial.

A Suzano, unidade em Suzano, fábrica adquirida em 1956 por Leon Feffer da Indústria de Papel Euclides Damiani. Nesta unidade foi instalada uma planta piloto para a produção de celulose de eucalipto.

 

 Fábricas de Papel      

Hoje, o trabalho da Suzano Papel e Celulose é voltado para o desenvolvimento de aplicações, visando a escalabilidade da produção e a comercialização futura dos seguintes materiais:

  • Celulose microfibrilada: usados em papéis, tintas, cosméticos e tecidos.
  • Celulose solúvel e açúcares derivados: usados em tecidos e na indústria química em geral.
  • Biocompósitos: aplicação em diversas indústrias, como automotiva, de embalagens e bens de consumo.
  • Bio-óleo: óleo de aquecimento e biopetróleo.
  • Lignina: utilizada nos segmentos de resinas fenólicas, elastômeros e termoplásticos

A unidade localizada em Limeira, SP tem capacidade de produção de celulose de 400.000 ton./ano, e também produz papéis de imprimir e escrever, com capacidade de 390.000 ton./ano.

Já a unidade de Mucuri, BA, a fábrica tem capacidade de produção de 1.800.000 ton./ano de celulose e 250.000 ton./ano de papel de imprimir e escrever. Recentemente inaugurou uma máquina de produção de papel tissue, com capacidade de 60.000 ton./ano.

 

fábricas de papel

 

Westrock 3 Barras

Fábrica localizada na cidade de 3 Barras, SC. Fabrica papel kraft para embalagens. Capacidade de produção de 350.000 ton/ano de celulose e 500.000 ton/ano de papel.

 

 Fábricas de Papel      

No Brasil a empresa conta com 2.200 funcionários e possuímos uma estrutura integrada com 54 mil hectares de florestas para produção de nossas fibras, uma unidade de produção de papel e 4 plantas de conversão de papelão ondulado.

 

International Paper, unidade Mogi Guaçu

International Paper é uma fábrica de papel estadunidense do ramo de papel e celulose constituída em 1898 através da aquisição de diversas empresas do setor.

A sede global da empresa está em Memphis, no Tennessee mas está presente em diversos países do mundo. No Brasil, sua principal planta industrial está em Mogi Guaçu – SP, na região de Campinas.

 

 

A International Paper tem como princípios buscar a sustentabilidade, protegendo os:

  • Ecossistemas naturais e a biodiversidade;
  • Assegurar o manejo sustentável das florestas por ela plantadas;
  • Buscar a otimização do uso de recursos para promover uma melhoria contínua de seus processos;
  • Despertar o interesse das futuras gerações no que diz respeito à necessidade e à importância da conservação do meio ambiente.

 

Trombini Fraiburgo

Localizada na cidade catarinense de Fraiburgo, é uma fábrica de papel que produz papéis para sacos industriais e kraftliner. Tem capacidade de produção de celulose de 100.000 ton./ano e 180.000 ton./ano de papel.

Aos 21 anos de suas atividades, a Trombini tomou um passo ousado e definitivo para o rumo dos seus negócios. Em 1962, ingressou no segmento industrial, transformando chapas de papelão em caixas.

 

     

Essa decisão acompanhou o ritmo econômico do Brasil e a alta demanda no consumo de sacos multifoliados pacotes com mais de uma camada de papel e embalagens de papelão ondulado.

A transição de comercializadora para indústria foi motivada ainda pela vontade de atender às necessidades dos clientes em qualidade de serviço e produto

A Trombini adota como estratégia ambiental o monitoramento contínuo de suas atividades industriais, através de diagnósticos permanentes das áreas nas quais atua.

As responsabilidades social e ambiental integram as políticas de gestão da empresa e a ajudam a construir e a manter sua trajetória de êxitos.

 

Conclusão

Nos últimos anos o Brasil se consolidou como o segundo maior produtor mundial de celulose.

Novos e importantes projetos foram inaugurados, acrescentando uma quantia expressiva de celulose no mercado internacional.

Com tudo neste artigo podemos conhecer as principais fábricas de papel do Brasil. Gostou de saber mais sobre o assunto?  Deixe seu comentário

 

 Fábricas de Papel

Michelly Moraes