(31) 9 8720 -3111 contato@agropos.com.br

plantio de cana

Se o plantio de cana-de-açúcar ainda desperta dúvidas em você. Se você se pega pensando como plantar, qual a melhor época do plantio, preparo do solo, manejo de plantas daninhas.

Ou como também conhecer a importância de se escolher corretamente a variedade cana-de-açúcar, para garantir alta produtividade e sucesso do seu canavial. Então, você está no lugar certo!

Nesse artigo você terá muitas respostas, que te ajudará na hora da tomada de decisão na implantação do seu canavial. Vamos juntos comigo?

 

Importância da cultura da cana no cenário agro brasileiro

A cana-de-açúcar (Saccharum officinarum) é uma cultura semi-perene, pertencente à família Poaceae, a mesma do milho, por isso, possui alta taxa fotossintética (planta C4).

De acordo com a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), foi divulgado em março de 2020, o Brasil deve produzir 642,7 mil toneladas de cana-de-açúcar na safra 2019/2020.

Resultado representa um crescimento de 3,6% em relação à safra anterior. Dessa forma, para alavancar os números da produção no plantio de cana-de-açúcar, é essencial que o produtor tenha em mãos conhecimento para traçar a melhor rota e elevar sua produção com um menor custo.

Sendo assim, vou apresentar como isso é possível logo a seguir.

Métodos de plantio de cana-de-açúcar

Uma das formas mais comumente utilizada de propagação da cana-de-açúcar, ocorre através de gemas vegetativa dos colmos.

Métodos de plantio da cana-de-açúcar

Entretanto, antes de partir para a fase do plantio propriamente dito é necessário a execução de algumas operações, como, eliminação da soqueira ou limpeza do terreno (se for o caso de uma área nova), subsolagem, gradagem ou aração, terraceamento, sulcação, adubação, calagem, escolha da variedade, distribuição de mudas, cobrimento de mudas, pulverização de herbicida e quebra de sulco.

Abaixo vou especificar as principais operações que devem ser realizadas antes do plantio de cana-de-açúcar, que são de extrema importância para o sucesso da sua produção.

Preparo do solo para plantio de cana-de-açúcar

Assim que terminar a sistematização do terreno, o produtor deve coletar amostra de solo em cada talhão para análise, com vistas às operações de correção do solo e adubação.

Dessa forma, você conseguirá avaliar o que solo necessita. Pois, como a cana-de açúcar é uma cultura semi-perene, ela permanece na área por até 6 anos. Um solo bem preparado fará toda diferença para o sucesso da cultura.

 

pós-graduação em solos e nutrição de plantas

 

É recomendável que a análise de solo seja feita na profundidade de 40 cm a 50 cm, de preferência com certa antecedência, média 3 meses antes do início do plantio.

Do mesmo modo, vale ressaltar a importância da reverificação não só nutricional, mas também do pH do solo. Em solos com pH ácidos, pode ocorrer a indisponibilidade de nutrientes para a cultura, causando retardo no seu desenvolvimento e até queda na produção.

Próximo passo é a verificação da análise de solo na área de plantio.

Isso, para determinar qual e o quanto de nutriente utilizar e se será necessário corrigir o pH, ao passo que, o pH ideal para a plantação da cana-de-açúcar fica em torno de 5,5 e 6,5.

 

Escolha da variedade para o plantio de cana-de-açúcar

Outro ponto de suma importância é a escolha da variedade. O melhoramento genético é um dos principais fatores agronômicos que podem contribuir com o aumento da produtividade. Onde, são desenvolvidas variedades de cana-de-açúcar que garanta a produção e rentabilidade.

A escolha da variedade é uma questão crítica e possui um grande efeito na performance da cultura.

Escolha da variedade para seu canavial

A escolha deverá ser norteada pelo potencial produtivo da variedade, capacidade de rebrota, resistência a pragas e doenças, tipo de solo, viabilidade local e duração do ciclo. O ciclo produtivo é em média de seis anos com cinco cortes.

As principais tecnologias com potencial de contribuição para a produtividade e durabilidade da cana-de-açúcar estão associadas com o melhoramento genético, controle de pragas, as técnicas de plantio, os tratos culturais e a colheita.

Após a escolha da cultivar, é importante, ainda, que o produtor verifique a procedência das mudas escolhidas, se são sadias e se realmente são da variedade escolhida.

 

Época do plantio de cana-de-açúcar

A escolha adequada da época de plantio é fundamental para o bom desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar. Que necessita de condições climáticas ideais para se desenvolver e acumular açúcar a data mais apropriada é de janeiro a março.

Para seu crescimento, a cana necessita de alta disponibilidade de água, temperaturas elevadas e alto índice de radiação solar, devido a sua fisiologia de planta C4.

A cultura pode ser plantada em três épocas diferentes: sistema de ano-e-meio, sistema de ano e plantio de inverno.

Cana de 12 meses

A cana é plantada pouco tempo após a última colheita e será colhida no ano seguinte. Nesta opção, a terra será sempre cultivada com cana, porém a produtividade costuma ser menor.

Cana de 18 meses

Após a última colheita do canavial, o solo fica vários meses descansando ou recebe uma cultura de rotação, de preferência uma leguminosa, que ajude a nitrogenar o solo. Neste caso, a produtividade do primeiro corte é muito maior.

Plantio de inverno

Se houver fertirrigação com vinhaça, ou mesmo irrigação, o plantio de cana-de-açúcar pode ocorrer em todo ano, inclusive o plantio de inverno, que é realizado entre os meses de junho a agosto.

Outra alternativa para manter a umidade do solo em plantio na estiagem é aproveitamento de outro subproduto da cana-de-açúcar, a torta de filtro, que contém cerca de 70 a 80% de umidade, aplicada no sulco de plantio. A torta fornece a umidade necessária para a brotação.

 

pós-graduação em manejo integrado de pragas

 

Opções de espaçamento no plantio de cana-de-açúcar

Antes de tudo, o espaçamento escolhido para o plantio da cana-de-açúcar, deve ser levado em conta, o tipo que será utilizado, podendo ser manual ou mecanizado (mais à frente vou especificar cada um).

Assim também, a escolha do espaçamento adequado contribui para aumento da produtividade, uma vez que, interfere na disponibilidade de luz, temperatura, água e nutrientes, como também na emergência de plantas daninhas.

A profundidade do sulco deve variar entre 20 e 30 centímetros para ambos espaçamentos.

Por fim, o cultivo da cana-de-açúcar pode ser feita da seguinte forma:

Espaçamento simples

O espaçamento simples ou tradicional apresenta distância entre as linhas de cultivo variando de 1,10 metro a 1,50 metro.

Espaçamento duplo

É o mais comumente de ser utilizado. Ao passo que, o espaçamento de 1,5 metro facilita bem mais a colheita mecanizada. Nesse espaçamento há o melhor aproveitamento de área (metros lineares/ hectare) e também facilita a mecanização.

O espaçamento duplo combinado, se dá quando num mesmo talhão combinam-se faixas de espaçamento uniforme com faixas de espaçamento alternado. A fim de propiciar condições para o controle do tráfego, com os espaçamentos duplos mais comuns são: 1,50 m x 0,90 m; 1,40 m x 0,45 m; 1,60 m x 0,90 metro.

 

Controle de plantas daninhas

Enfim, para garantir sucesso na produção de cana-de-açúcar, para que ela não sofra em seu estágio inicial por competição de nutrientes e água, é de suma importância o controle de plantas daninhas.

A cana-de-açúcar é seriamente afetada nas fases iniciais de crescimento pelas plantas daninhas, que também utilizam os recursos disponíveis de forma eficiente, sendo que, muitas delas também apresentam fisiologia C4.

Alguns métodos podem auxiliar o produtor dessa fase, como:

  • Utilização de cultivares de crescimento mais rápido;
  • Diminuição do espaçamento, permitindo um sombreamento precoce das entre linhas de cultivo, dificultando a germinação das plantas daninhas;
  • Capinas com o uso de cultivadores ou capina química através do uso de herbicidas.

 

http://materiais.agropos.com.br/webinar-recuperacao-de-areas-degradadas

 

Plantio de cana-de-açúcar: como realizar

Segundo a a quantidade necessária de mudas varia entre 10 a 15 toneladas por hectare.

Quando a época de plantio de cana-de-açúcar é adequada e a qualidade da muda está excelente, pode-se optar por menores quantidades de mudas.

Como plantar a cana-de-açúcar

Como já citado acima, uma das formas mais comumente utilizadas de propagação da cana-de-açúcar, ocorre através de gemas vegetativa dos colmos.

Além disso, o IAC (Instituto Agronômico de Campinas) , desenvolveu sistema inovador de como plantar cana-de-açúcar, o sistema de mudas pré-brotadas (MPB) de cana, sendo conhecida também por meiosi.

 

Vantagens do sistema MPB

Essa é uma tecnologia de multiplicação que poderá contribuir para a produção rápida de mudas, associando elevado padrão de fitossanidade, vigor e uniformidade de plantio.

Como plantar a cana-de-açúcar

Foto: AgMusa (BASF)

A proposta oferece uma grande redução da quantidade de mudas que vai para o campo. Uma vez que nesse sistema de mudas pré-brotadas é levada a muda já pronta para o campo, cultivada em linhas.

Esse método de cultivo, colabora para que o produtor consiga rotacionar seu plantio de cana-de-açúcar com outras culturas nas entrelinhas, como: feijão, amendoim, soja ou outra leguminosa.

A nova tecnologia desenvolvida pelo Programa Cana do IAC é direcionada a aumentar a eficiência, o replantio de áreas comerciais e possivelmente renovação e expansão de áreas de cana-de-açúcar.

Promovendo um adiantamento de 10 para 6 meses no tempo de colheita.

plantio de cana

Foto: Luize Hess

Agora que conhecemos quais tipo de mudas disponíveis para o plantio de cana-de-açúcar, vamos conhecer quais são os principais métodos, são eles:

 

Plantio manual:

Considerado semi-mecanizado por envolver operações manuais e mecanizadas em suas etapas. O processo compreende a sulcação, distribuição de mudas nos sulcos, alinhamento das mudas dentro do sulco e fechamento dos sulcos.

Plantio manual

 

Plantio mecanizado:

As mudas que alimentam a plantadora devem estar picadas, por isso, são colhidas mecanicamente com colhedoras.

A plantadora abre os sulcos, distribui as mudas e realiza o fechamento do sulcos, otimizando muito mais o tempo, se comparado com o plantio manual.

Plantio mecanizado

Atualmente, não é notável diferenças quanto à brotação dos talhões plantados manual ou mecanicamente.

No entanto, existem avaliações mostrando que o sistema de plantio manual (convencional) apresenta uma melhor uniformidade de distribuição dos colmos nos sulcos.

Enquanto o mecanizado apresenta uma tendência de menor danificação das mudas.

Cabe então ao produtor, avaliar qual é método mais indicado para sua realidade.

 

Tomada de decisão X Produção da cana-de-açúcar

Acima de tudo, para se ter sucesso na produção de cana-de-açúcar, o produtor deve ter em mãos as alternativas de como produzir, como conduzir a cultura de forma que melhor atenda e adeque a sua realidade.

Nesse artigo foram apresentadas questões importantes que devem ser levadas em consideração antes da implantação do canavial, assim como, a sistematização do plantio pode levar à alta produção de cana-de-açúcar.

O plantio de canaviais é uma tarefa árdua que precisa ser realizada com muito cuidado, portanto, o avanço da tecnologia está contribuindo de forma significativa com essa importante etapa.

Afinal, deve ser enfatizada a utilização dessas tecnologias como o sistema de agricultura de precisão, por meio do GPS e de drones que tem permitido uma melhoria do potencial produtivo na plantação de cana-de-açúcar.

https://agropos.com.br/

Juliana Medina
ligamos para você AgroPós