(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Fileiras de talos verde-claros de milho enchem os campos durante os meses de verão. Com o progresso dessa estação, ramificações florais crescerão na ponta de cada haste, podendo permanecer na planta ou ser removidas. Esses pendões possuem um propósito muito específico no ciclo de vida do pé de milho. Com isso preparamos esse artigo onde vamos abordar tudo que você precisa saber sobre o pendão de milho.

Vamos lá!

 

PENDÃO DE MILHO

 

Em toda atividade agrícola, em especial a de grãos, o foco é produzir cada vez mais. O milho atualmente é a cultura mais produzida no mundo, atingindo nos últimos anos uma produção mundial na média de 1,1 bilhões de toneladas.

A expectativa de melhora do cenário produtivo do milho não depende somente de boas condições climáticas.  Mas também de ter boas informações da sua cultura de interesse.

Com isso é de extrema importância o produtor saber sobre o pendão do milho, e todo o processo de polinização. Abaixo vamos abordar da importância do milho a todo ciclo da planta, além de abordar a fundo sobre o pendão do milho.

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

 

Produtividade média de milho no Brasil

Antes de responder à pergunta desse tópico do texto é importante pontuar que a produção de milho é dividida em dois momentos. Conhecido também como 1ª e 2ª safra.

Sendo assim haverá uma produtividade média dentro de cada situação e momento de produção de milho no Brasil.

Mas para responder essa pergunta de maneira mais objetiva utilizaremos dos dados fornecidos pelo observatório agrícola da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).

 

Cultura de Milho

 

Onde o 9º levantamento referente a safra de 2020/21 aponta uma diminuição de 12,3% da média de produtividade do país atingindo 4,858 kg/ha.

Redução que se justifica devido a condições de climas adversas durante esse ano, que acabou atrasando operações de semeadura e colheita.

Já para o cenário da segunda safra de milho as projeções produtivas são baixas devido as condições de seca nos principais estados produtores.

 

Afinal, o que é Pendão de Milho?

Um pendão de milho é a flor macho na planta. Ele é formado por um grupo de flores pedunculadas que cresce no ápice ou topo da haste do milho. Esses pendões têm cores amareladas, verdes e roxas.

Cada pé de milho desenvolverá esse pendão no topo assim que completar o seu crescimento principal e chegar o momento das espigas de milho começarem a brotar.

O pendão produz pólen. Esse pólen é o que faz com que a espiga de milho brote e amadureça. Ele cai do pendão e é levado pelo vento até a seda das espigas, que é a flor fêmea do pé de milho.

 

Pendão de Milho

 

Quanto tempo o milho leva para soltar o pendão?

A emissão do pendão acontece dois a quatro dias antes da exposição dos “cabelos”. De 10 a 12 dias após o aparecimento do pendão, cerca de 70% das espigas apresentam exposição dos cabelos. O período de liberação do pólen estende-se por uma a duas semanas.

 

Fenologia do milho 

O ciclo da cultura do milho pode ser dividido em três grupos:

  • superprecoce: até 110 dias;
  • normal: entre 110 e 145 dias;
  • tardio: maior que 145 dias.

Independente do ciclo, o desenvolvimento da cultura do milho (como o da maioria das culturas anuais) pode ser dividido em dois estádios: o vegetativo e o reprodutivo.

O que muda na fenologia da planta de milho em relação ao ciclo é o tempo de duração dos estádios fenológicos.

 

Desenvolvimento do milho

 

O estádio vegetativo começa com a germinação e emergência e termina com o pendoamento. A partir do pendoamento, começam os estádios reprodutivos, que terminam no ponto de maturidade fisiológica do grão.

No geral, os estádios vegetativos são diferenciados pela quantidade de folhas da planta, e os reprodutivos pelo desenvolvimento da espiga.

Estádio vegetativo do Milho

Os estádios vegetativos começam no VE e terminam no VT. Ocorrem vários estádios entre o início e o final da fase vegetativa.

 

VE

VE compreende a germinação das sementes e a emergência das plântulas de milho.

Nessa fase, é preciso ficar atento à profundidade e uniformidade de semeadura, temperatura (ideal entre 25°C e 30°C) e à disponibilidade de água adequada.  Estes são fatores fundamentais para uma emergência rápida e uniforme das plântulas.

 

Estagio Vegetativo

(Fonte: Forplant)

 

V3 a V5

De V3 a V5, a planta ainda é pequena, com o ponto de crescimento abaixo do solo. Neste período ocorre a definição do potencial produtivo da planta. No estádio V4, a perda de folhas pode reduzir a produtividade em 6% a 14%.

Em V5 já foi definida a quantidade de folhas e espigas que a planta irá formar, e a base de crescimento ainda se localiza abaixo da superfície do solo. Por isso, a temperatura do solo muito baixa pode prolongar o ciclo da cultura.

Falta e excesso de água são fatores importantes nesse momento. A falta irá prolongar mais os estádios vegetativos, e o excesso pode levar a planta à morte caso afete a gema apical (ponto de crescimento).

 

Solos no Brasil

 

V6 a V10

No estádio V6, com seis folhas totalmente desenvolvidas, o ponto de crescimento e o pendão estão acima do nível do solo. Isso reflete no crescimento mais rápido da planta. Além disso, o sistema radicular está em pleno funcionamento.

A adubação nitrogenada em cobertura deve ser realizada até estes estádios, pois no período entre V9 e V10 há maior necessidade da cultura.

Em V8, é definido o número de fileiras de grãos na espiga, e o excesso de água nesse período pode trazer prejuízos na produção.

Caso ocorra chuva de granizo, geada, ataque de pragas ou doenças que afetam grande parte da área foliar, há perda de produtividade de 38% a 62%.

De V9 a V10, os órgãos florais iniciam um rápido desenvolvimento. E, a partir de V10, o tempo de um estádio a outro diminui, além de aumentar a necessidade por água.

 

V12 a V18

Em V12, o tamanho e o número de grãos em potencial de cada espiga é definido. Os estilos-estigmas, que são os cabelos do milho, começam a se desenvolver em V17.

A falta de água nessas duas semanas antes e duas semanas depois do florescimento e enchimento de grãos pode causar redução de 22% de produtividade.

 

VT ou Pendoamento

O estádio VT (ou pendoamento) é definido quando o último ramo do pendão está completamente visível e os “cabelos” ainda não tenham emergido da espiga. A duração deste estádio até R1 depende do cultivar ou do híbrido utilizado.

Falta de chuva e temperaturas acima de 35℃ podem reduzir a formação de grãos de pólen. Isso causa falha na formação de grãos na espiga.

 

Checklist agrícola

 

Estagio Reprodutivo do Milho

 

Estádio R1 (Floração)

O estádio R1 começa quando as sedas de qualquer estilo-estigma são visíveis fora da espiga.

A polinização ocorre quando os grãos de pólen libertados caem num dos estilos-estigmas levando, cada grão de pólen a fertilizar o óvulo através do tubo polínico, num período aproximadamente de 24 horas.

 

Estádio R2 (Grão leitoso de 10-14 dias após a floração)

Os grãos no estádio R2 são brancos externamente e lembram uma bolha na sua forma. O amido acumula-se no endosperma, que possui um abundante fluido interno de cor clara e o minúsculo embrião.

Os grãos começam um período de rápido e constante acumulação de matéria seca ou de enchimento. Este rápido desenvolvimento dos grãos continuará até próximo do estádio R6.

 

Estagio Reprodutivo do Milho

(Fonte: Passei direto)

 

A Maturação fisiológica ocorre pouco depois do desaparecimento da linha de leite e um pouco antes da formação da camada preta na ponta das sementes. A linha de leite desaparece e a camada negra forma-se.

É a partir deste momento que se dá o fim da acumulação de matéria seca nos grãos e se inicia o processo de senescência natural das folhas das plantas, começando por isso a perder gradualmente a sua coloração verde característica.

 

Conclusão

É inegável que o milho é um dos mais importantes produtos do setor agrícola no Brasil e se destaca pela sua versatilidade e importância econômica em vários setores, sendo na indústria, na alimentação humana e animal.

Com isso é muito importante que os produtores conheçam a fundo sobre seus estágios fenológico. Neste artigo podemos aprofundar sobre o pendão do milho e onde ocorre toda sua trajetória no período vegetativo.

Se você gostou desse conteúdo e te ajudou e esclareceu suas dúvidas. Comente e compartilhe em suas redes sociais!

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

Michelly Moraes