fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Saber os aspectos principais da época para plantar milho é algo essencial e que aumenta suas chances de obter boas produções. Quer saber mais? Leia o artigo a seguir!

 

Época para Plantar Milho

(Fonte: Bakhabarkissan, 2020)

 

O milho atualmente é o grão mais produzido no mundo onde se prevê para a safra de 2020/21 uma produção total de 1.186,9 milhões de toneladas.

No cenário global temos os Estados Unidos, China e Brasil como os maiores produtores de milho, que do total produzido no mundo o Brasil contribui com aproximadamente 10%.

Onde as últimas estimativas realizadas pela CONAB apontando uma produção total de 106.413,5 mil toneladas de milho para o Brasil na safra 2020/21.

Tais proporções de produção se deve muito a ampla aplicação do milho, indo desde a alimentação humana, seja em na forma in natura ou processada na forma de farinha ou óleo.

E também é um grão muito significativo, para a cadeia de produção de animais como ingrediente de rações e na obtenção de biocombustíveis como o etanol.

Assim essa capilaridade do milho em outras cadeias produtivas do agronegócio, faz com que haja uma necessidade de uma disponibilidade de milho praticamente constante ao longo do ano.

Mas para que isso tudo ocorra da melhor forma é preciso ter os cuidados e conhecimentos relacionados a cultura do milho que vão aumentar suas chances de sucesso.

Então continue lendo esse artigo se você quer obter mais informações relevantes do cenário produtivo do milho e suas relações com a época para plantar milho.

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

 

Quando é a época para plantar milho?

A época para plantar milho, que comumente são conhecidas no mercado de grãos como safra e safrinha, ou milho de verão ou de inverno, das águas ou secas.

São todas diferentes formas de se referir aos melhores momentos de se plantar milho seja por questões de mercado e ou climatológicas.

Existindo assim consequências distintas em se plantar milho na época da safra ou safrinha.

 

Nutrição Mineral de Plantas: Macronutrientes.

 

Lembrando que esse momento inicial é muito importante, principalmente em culturas anuais. Pois a época escolhida para o plantio determinar, por exemplo, as possíveis condições de época em que será realizada a colheita do milho.

Onde anterior ao momento de semeadura do milho é importante também se tomar uma série de decisões boas.

Decisões que vão envolve desde a escolha da semente, o preparo do solo, um planejamento adequado de adubação até as análises de preços de mercado futuro.

Estando esses fatores mais claros e organizados torna se mais fácil decidir a época mais adequada de se plantar o milho dentro de cada situação.

E para te ajudar mais ainda com isso, vamos relembrar alguns aspectos importantes e específicos para cada época para plantar milho.

 

Diferença da época para plantar milho – safra e safrinha

Cada época para plantar de milho (safra e safrinha) vai apresentar suas características em relação aos seus fatores climáticos.

Sejam eles a média e amplitude da temperatura, umidade do ar e do solo, o regime hídrico, a radiação solar e o fotoperíodo de cada região.

Onde o milho em suas condições climáticas ideias o que faz a planta apresentar ápice de desempenho é quando se tem níveis temperatura e radiação relativamente elevados no estádio de enchimento dos grãos.

Quando mais se sabe as relações da planta com os fatores climáticos mais fácil se torna delimitar as melhores épocas de plantio de milho.

 

Cultura do Feijão: importância, tipos, fenologia e seus principais manejos.

 

Ferramentas que podem ajudar

Onde as previsões agrometeorológicas são ferramenta importante na determinação das épocas de plantio mais adequada conforme as condições de cada região.

Ao unir esse tipo de informação é possível se elaborar os mapas de zoneamento agrícola para cada cultura produzida no país.

Esse tipo de documento tem como objetivo a diminuição dos riscos relacionados a fatores climáticos de cada região, o que tem variado devido as mudanças climáticas aceleradas.

Outros documentos que te ajudam a entender e analisar as perspectivas do mercado de milho são os boletins e informativos emitidos por órgãos como a CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento) ou FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

Que visam atualizar dados de produtividade, área planta, oferta e demanda do mercado junto a algumas análises sobre o cenário produtivo no âmbito mundial e de cada região do país.

Após tais ressalvas, e abordando aspectos gerais entre duas safras de milho no Brasil temos como diferença inicial seus níveis produtivos.

Que curiosamente a chamada de safrinha com o passar do tempo acabou ficando mais produtiva que safra “principal”. Como pode ser observado no seguinte gráfico.

 

Diferenças das épocas de plantio de milho safra e safrinha

Comparativo de produção entre a 1ª e 2ª safra de milho no Brasil (Fonte CONAB, 2019).

 

Essa mudança de cenário produtivo entre as safras é devido a adequação de tecnologias, para a produção do milho safrinha.

Através do desenvolvimento de cultivares capazes de compensar as condições adversas de temperaturas e de condições de seca, mais característica da safrinha.

E essas condições que inicialmente parecem serem só negativas para a planta. Quando analisadas sob outra perspectiva são benéficas, pois nessas condições há menor incidência de pragas e doenças, por exemplo.

 

Quanto tempo leva do plantio à colheita do milho?

Essa é uma pergunta muito importante e que também ajuda a determinar quantas vezes é possível de plantar dada cultura.

Por que além dos fatores climáticos temos os tempos médicos característicos de um ciclo de vida completo de cada planta.

A exemplo do feijão que possui planta com ciclos relativamente curtos e que assim é possível ser realizado até 3 safras.

Os diversos matérias de milho podem ser classificados em relação a quantidade de dias (n) necessários para atingir sua maturidade fisiológica.

Assim temos:

  • O Grupo I: n < 110 dias
  • O Grupo II: 110 ≤ n ≤ 145 dias
  • E o Grupo III: n >145 dias.

Saber essa informação do material de milho que você geralmente planta na sua lavoura é essencial para encaixar e planejar os manejos da área produtiva.

Representação esquemática dos estágios de crescimento do milho nas fases vegetativa e reprodutiva. Os estágios vegetativos são nomeados pelo número de folhas, enquanto os estágios reprodutivos são nomeados em relação ao desenvolvimento da espiga, veja abaixo:

 

Quanto tempo leva do plantio à colheita do milho

(Fonte: Eroglu et al. 2019).

 

Conclusão

Espero que após a leitura desse artigo você tenha mais claros alguns pontos essências referentes as épocas de plantio do milho.

E que para responder perguntas como: quando é a melhor época para plantar milho em dada região? ou, qual é a melhor lua para o plantio de milho, para os mais detalhistas…

É necessário realizar um bom levantamento de informações seja consultando órgãos, instituições ou profissionais relacionados área.

Se quiser ler mais artigos como esse e de outros assuntos de seu interesse continue navegando em nosso blog. E deixe seu comentário abaixo sobre o que achou desse conteúdo.

Além de acompanhar todas as novidades através do perfil da Agropós do Instagram e outras redes sociais.

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

João Verzutti