fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Existem diferente tipos de implementos agrícolas que cumpre um papel indispensável na agricultura, neste artigo vamos discutir sobre os diferentes tipos implementos e quais os benefícios que trazem para o agricultor. Além de aprender como escolher o melhor maquinário para sua cultura.  Acompanhe!

 

Implemento Agrícola

 

O QUE SÃO IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS?

 

As máquinas e implementos agrícolas são peças-chave para o auxílio nas tarefas do campo. Elas servem para aumentar a agilidade e rentabilidade do produtor, os implementos agrícolas podem ser definidos como equipamentos acoplados a um sistema de tração (como tratores) desenvolvidos para ajudar a otimizar a atividade agrícola.

Atualmente, é impossível se praticar a agricultura sem o auxílio de alguns destes implementos agrícolas. Certamente, aí na sua propriedade você deve possuir pelo menos um deles. Neste artigo vamos falar dos principais implemento agrícolas e como eles contribuem diretamente na agricultura.

 

Pós-graduacao Solos e Nutrição de Plantas

 

BENEFÍCIOS DOS MAQUINÁRIOS AGRÍCOLAS

 

A mecanização do trabalho agrícola contribui para todas as etapas da produção, tornando os processos mais rápidos e eficientes.

Confira abaixo as principais vantagens obtidas com o uso de implementos agrícolas:

  • Aumento da produtividade em relação à quantidade, qualidade, tempo e custo;
  • Aumento da vantagem competitiva do produtor;
  • O atendimento a prazos cada vez mais apertados e calendários de safras;
  • A diminuição de desperdícios entre as etapas da produção;
  • A redução de custos de mão-de-obra, de falhas e do impacto ambiental;
  • E melhor qualidade de vida para o trabalhador rural, que ganha condições de trabalho mais satisfatórias.

 

PRINCIPAIS IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS

 

No geral, existem vários tipos de implementos agrícolas. No entanto, selecionamos os principais:

 

Checklist software agrícola

 

Arados

Usados no preparo periódico primário do solo, ajudam a romper camadas compactas para que entre a luz solar e nutrientes. Podem ser de discos ou de aiveca.

Arados de discos são ideais para solos secos, duros e pegajosos. Já os arados de aiveca, produzem a inversão do solo e nem sempre podem ser usados em solos com pedras e tocos.

 

Implementos agrícolas - Arado Agrícola

 

Os arados podem ainda ser classificados de acordo com o seu formato, sendo divididos em:

 

Arados de Discos        

Como próprio nome já induz, esses arados são formados por discos, colunas e cubos, que são acoplados ao trator agrícola por meio dos três pontos. Essa categoria trabalha principalmente promovendo o corte, elevação e mobilização da leiva.

Fique atento as diferenças de solo em que o implemento irá trabalhar. Para solos arenosos a dica é escolher discos lisos.

Já para solos argilosos e com maiores quantidades de palhada opte por discos com bordas recortadas, que facilitem maior penetração.

 

Arados de aiveca

Por terem uma superfície torcida, que recebe o nome de “aiveca”, é responsável por elevar, torcer e inverter parcialmente a leiva cortada.

Além disso, esse tipo de implemento possibilita melhor incorporação dos restos culturais quando comparado com o de discos. A dica é usa-los para adubação de cobertura.

 

Semeadores

A sementeira ajuda a semear ou espalhar sementes no solo para gerar frutos, ou seja, é o simples ato do plantio em solos férteis para o cultivo de alimentos. A palavra sementeira também é utilizada como expressão no mundo agro.

Portanto, se referir à uma estação como “época de sementeira” é muito comum. A época de sementeira significa que determinado período do ano é propício para que o agricultor semeie suas terras.

 

Implementos agrícolas- Semeadeira Agrícola

(Fonte: COMAQ TRATORES, 2020).

 

Subsolar

Subsolagem é uma prática de mobilização subsuperficial do solo para corrigi-lo, destruindo as camadas compactadas em subsuperfície. Igual ao escarificador, o subsolador também não revolve o solo, ele atinge as zonas de fratura do solo em três dimensões.

O subsolador atinge camadas mais profundas, com isso, há uma maior necessidade de potência do trator e se não for bem manuseado pode compactar o solo.

Assim, sua utilização é indicada apenas quando os outros equipamentos não conseguem atingir a camada compactada.

 

Subsolador Agrícola

 

Implementos agrícolas - Subsolador Agrícola

(Fonte: COMAQ TRATORES, 2020).

 

O subsolador tem uma maior exigência de potência por haste e, consequentemente, um maior consumo de combustível.

Ele não deve ser utilizado em condições de solo muito úmido e, se o uso for mal planejado, destrói a estrutura do solo em maiores profundidades, o que torna mais difícil a correção do que em camadas mais superficiais, e com isso aumentam-se perdas de água e nutrientes.

 

Escarificador

O escarificador é um implemento agrícola utilizado no preparo da terra que apresenta algumas diferenças nos resultados obtidos, se o compararmos ao arado convencional e à grade.

A sua utilização quebra a compactação do solo, que ocorre pela utilização dos outros implementos mecanizados.

O solo fica menos pulverizado, diminuindo bastante a possibilidade do desenvolvimento de processos erosivos.

 

Implementos agrícolas - Escarificador Agrícola

(Fonte: Embrapa, 2005)

 

Este implemento permite o trabalho em locais com solo totalmente seco e como não movimenta a terra lateralmente, esta não se acumula nos terraços, como ocorre no preparo do solo com arados mecanizados.

O escarificador não é um implemento capaz de substituir totalmente o arado e a grade pesada em muitas situações. Em áreas novas, por exemplo, nas quais encontramos muitas raízes, rochas e tocos, o escarificador não consegue fazer o trabalho dos outros implementos.

 

Pulverizadores

Os pulverizadores agrícolas são aliados fundamentais para quem trabalha com produção agrícola. Eles são equipamentos responsáveis por aplicar os inseticidas e agroquímicos que protegem as plantações de pragas e doenças.

Os pulverizadores não servem apenas para distribuírem agrotóxicos, mas também são muito utilizados na hora de nutrir com, adubos e fertilizantes nas lavouras.

 

Implementos agrícolas - Pulverizadores Agrícola

(Fonte: Rural Pecuária, 2004).

 

O principal objetivo de um pulverizador é garantir que esse produto seja distribuído na mesma medida e em uma quantidade correta nos locais necessários. Conheça os principais tipos de pulverizadores:

Pistola: eles trabalham, em geral, com ar comprimido e podem ser manuais ou elétricos. Os manuais podem ser utilizados para quem possui pequenas hortas e jardins.

De barra: como o próprio nome já diz, esse tipo de pulverizador possui uma barra com muitas pontas para pulverização que podem ser montadas em um trator. É altamente recomendado para grandes lavouras e precisam de manutenções eficientes.

Costal: é o tipo de pulverizador que lembra uma mochila, já que ele é carregado pelas costas daí o nome costal.

 

Tecnologias que agregam qualidade à pulverização

 

Roçadeira

A roçadeira, também conhecida como ceifadeira, é utilizada para aparar grama ou plantas daninhas nas plantações.

Com um conjunto de corte formado por cabeçotes e lâminas retas ou curvas, elas podem ser acopladas em tratores ou podem ser usadas manualmente, caso a limpeza seja feita em locais mais estreitos.

 

COMO ESCOLHER O EQUIPAMENTO CERTO?

 

Máquinas e implementos agrícolas são fundamentais para garantir uma produção maior, mais rápida, com menos riscos para os trabalhadores e com menos danos para o meio ambiente.

Conhecê-los é o primeiro passo para otimizar a produção no campo, mas, para fazer bons investimentos, também é preciso ter atenção às características e necessidades de cada cultura, além de alguns fatores técnicos.

É importante levar em consideração o tamanho da plantação, as condições do solo e as práticas de colheita que serão adotadas.

Também é necessário analisar custos e orçamentos e as condições das máquinas que funcionarão junto com os implementos, como os tratores que o produtor já possui. Assim, é possível encontrar equipamentos de qualidade, que sejam capazes de suprir todas as suas demandas.

 

CONCLUSÃO

 

Podemos ver que com o passar do tempo, o agronegócio no Brasil se tornou uma atividade relevante graças a mecanização dos processos, isto é, graças a utilização de máquinas e implementos agrícolas no setor.

Possibilitando uma ampliação da produtividade e também uma melhoria dos processos que, antigamente, necessitavam da força humana, ou até mesmo dos animais para arar a terra, por exemplo.

Cabe ao agricultor analisar e escolher o equipamento que necessita para suas terras, auxiliando na produção, desde a fertilidade e preparação do solo, seguida pela manutenção das lavouras até no momento da colheita. Dessa maneira, eles contribuem para que os processos evoluam de forma mais rápida e eficiente.

 

Pós-graduação em Solos e Nutrição de Plantas

Michelly Moraes