fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

A silagem de milho tem se mostrado uma excelente fonte nutricional para a produção de bovinos, seja por seus aspectos de qualidade, produção e de custo benéfico.

 

Silagem de milho

(Fonte: Kygrains, 2017)

 

O milho é o grão mais produzido no mundo sendo boa parte de sua produção já destinada à fabricação de rações fornecida a outras cadeias de produção animal.

Mas, além só do uso dos grãos de milho, quando falamos de espécies bovinas tanto para corte quanto para a produção de leite. Pode se aproveitar por completo a planta de milho com o emprego de técnicas de produção de silagem.

Técnicas e manejos que se bem utilizadas podem não só fornecer uma excelente fonte nutricional ao gado, por apresentar as fibras e energias necessárias para a ruminação.

Como também podem ajudar muito o produtor a contornar e lidar com épocas onde a disponibilidade de pastagem é menor.

Assim se você quiser saber e entender um pouco mais sobre o que é o milho silagem. Quais são suas etapas gerais de produção e o que é preciso para produzir uma silagem de qualidade não deixe de conferir esse artigo na íntegra.

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

 

O que é milho silagem?

Silagem pode ser definida como a forragem fresca, fornecida ao gado, a qual foi conservada sob fermentação em ambiente anaeróbico (sem oxigênio).

Dessa forma o milho silagem será o milho o qual é destinado para a produção de silagem. Da mesma forma que temos milho destinado a produção de grão, milho pipoca ou milho doce.

Sendo o processo de produção de silagem (ensilagem) passível de ser aplicado a outras espécies de gramíneas forrageiras que não o milho.

Contudo a silagem de milho pode ser uma alternativa viável e de excelente custo benéfico para regiões produtoras de gado no Brasil.

 

Cultura do Feijão: importância, tipos, fenologia e seus principais manejos.

 

Pois a silagem de milho vai apresentar vantagens desde seu aspecto nutricional, produtivo e de redução de riscos de sazonalidade no fornecimento de ração para os animais.

Para isso a silagem de milho de ser bem maneja e dimensionada minimizando assim possíveis falhas no fornecimento de comida ao gado.

E por sua vez, para a realização de um bom dimensionamento de uma produção de silagem faz se necessário. E a consideração de diferentes aspectos em cada uma das diferentes etapas da produção de milho silagem.

 

Como produzir e manejar o milho silagem?

O manejo de milho silagem pode ser dividido, de modo geral, em três etapas principais: produção, ensilagem e arraçoamento.

A primeira etapa consiste na produção do milho em si, contudo quando a finalidade é a ensilagem do milho vão existir questões específicas em seu manejo, além do geral da cultura.

Como é o caso do ponto de colheita do milho para ensilagem, que colhido no momento adequado proporcionara uma melhor digestibilidade e palatabilidade ao animal.

E quanto falamos de realizar uma colheita em seu momento adequado é importante lembrar que isso está diretamente ligado as escolhas feitas na época de plantio do milho.

Aos que desejam revisar tais questões relacionadas a cultura do milho recomento a leitura desse outro texto do blog da Agropós: Qual a Melhor Época para Plantar Milho?

Mas voltado a colheita que também é um ponto crucial para a próxima etapa do manejo. A ensilagem, que nesse momento de colheita deve ser monitorado o tamanho das partículas.

 

Silagem de milho

Foto demonstrando uma ensiladeira colhendo e despejando a silagem de milho (Fonte: Organicfeeds)

 

Pois além da digestibilidade animal, o tamanho das partículas interfere na expulsão do ar no momento do fechamento do silo o que influência diretamente o processo de fermentação da silagem.

Que ocorrendo de maneira adequada se observar no silo o aumento inicial da temperatura com posterior baixa e estabilização junto a redução do pH, entorno de 20 dias.

 

E o que fazer por último?

A terceira e última etapa de manejo da silagem envolve os cuidados relacionados a alimentação do animal sendo necessário analisar o balanceamento de rações (concentrado e volumoso). Como também os parâmetros de conversão animal.

Mas em relação ao manejo do silo nesse momento um ponto de destaque está na forma em que será retirada a silagem do silo.

A retirada da silagem feita de maneira arbitrária e desregulada pode resultar na perda total da silagem. Pois feito dessa forma além de perder facilmente a noção de quanto está sendo fornecido aos animais.

E aumenta muita sua área superficial de contato e assim as chances de contaminação por microrganismos decompositores.

 

Checklist agrícola

 

Como fazer uma silagem de milho de boa qualidade?

A resposta para essa pergunta e para outras como, quanto dar de milho silagem ao gado, podem ser respondidas da mesma forma.

Sendo que o a palavra-chave aqui, além das boas práticas de manejo, é dimensionamento.

Principalmente em relação a quantidade e dimensões do silo aspectos que apresentam relação direta com a quantidade que será retirada diariamente, em fatias verticais.

 

Silagem de milho

Foto demonstrativa de um silo aberto após seu processo de fermentação sem contaminação aparente (Fonte: Progressive Dairy Canada, 2018).

 

Mas para isso o profissional envolvido no projeto de dimensionamento da quantidade de silagem de milho necessária deve ter em mãos informações previas relacionadas ao rebanho que se deseja alimentar.

Assim para a produção de uma silagem de qualidade será necessário a integração de conhecimentos de diversos profissionais que podem atuar separadamente em cada parte da produção de silagem. Como zootecnistas, agrônomos e médicos veterinários.

 

Conclusão

Espero que após a leitura desse artigo você tenha entendido um pouco mais sobre o que é o milho silagem. Quais são suas etapas de produção gerais e a importância de dimensionar sua produção de silagem de milho.

Aos que desejam saber mais sobre os aspectos que estão relacionados a produção de milho recomendo o seguinte texto: Saiba tudo sobre a produção de milho por hectare!

E para continuar lendo mais artigos como esse e de outros assuntos de seu interesse continue navegando no blog da Agropós.

Além de acompanhar as novidades através do perfil da Agropós do Instagram e outras redes sociais.

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

João Verzutti