fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Muitos produtores rurais não sabem quanto o Custo de Produção agrícola. Mesmo que se tenha uma noção do quanto se gasta e do quanto se recebe, determinar o custo real exige uma análise um pouco mais detalhada. Nesse poste vamos abordar tudo que você precisa saber sobre o que é e a importância do Cálculo de Produção, além de ensinar como realizar de maneira correta.

Venha Comigo!

 

Custo De Produção Agrícola

 

Visto a enorme relevância do setor no país e o seu constante crescimento nos últimos tempos, cada vez mais tem se falado sobre a necessidade de aprimorar a gestão do agronegócio. Um dos pontos mais importantes nesse sentido é, sem dúvida, a questão do controle do custo de produção agrícola.

Os produtores rurais brasileiros enfrentam diversos desafios que afetam a competitividade da produção nacional. Com isso se faz necessário entender tudo o custo de produção para melhor administrar seu negócio. Neste artigo vamos falar tudo que precisa saber sobre esse assunto. Vamos lá?

 

O que é Custo de Produção Agrícola?

O custo de produção é uma sondagem que deve ser feita em todos os negócios, principalmente na atividade agrícola, que tem margem de lucro reduzida e muitos riscos.

Dessa maneira, é necessário entender as despesas e as receitas que a propriedade gera, bem como o comportamento do mercado internacional. Seu cálculo é feito por meio da divisão entre os custos da atividade agrícola pelo rendimento produzido.

À primeira vista pode parecer algo simples, mas não é bem assim. Já que as empresas rurais contam com os seus próprios custos de produção, o que necessita de uma grande quantidade de informações e até mesmo análises constantes para o cálculo ser efetivo.

 

Pós-Graduação em Gestão e Economia do Agronegócio

 

A importante controlar os custos de produção agrícola

Em geral, apurar, de forma mais precisa, as despesas relacionadas à cadeia é indispensável, independentemente do porte do empreendimento.

A partir desse conhecimento, é possível entender a real lucratividade do negócio e saber se vale a pena conduzir outra cultura ou tomar decisões para o futuro da propriedade.

 

Avaliação de Custos de Produção

 

O produtor tem, em suas mãos, um poderoso aliado, que permite ter uma ampla visão do seu negócio. Ocorre que, muitas vezes, o gestor avalia apenas a expansão da produção, o que é algo positivo, mas há problemas nessa postura.

 

Entenda o custo de produção

O custo de produção é composto pela soma de todos os recursos e operações utilizados durante o processo produtivo.

 No setor agropecuário o critério mais utilizado para a classificação dos custos é aquele que considera à variação quantitativa dos insumos de acordo com o volume produzido.

Nessa forma de classificação os custos podem ser variáveis ou fixos, sendo o custo total a soma dos custos fixos e dos custos variáveis de produção.

 

Checklist agrícola

 

Custo de Produção Fixo

São aqueles que não variam com a quantidade produzida. Enquadram-se, nessa categoria, terras, benfeitorias, máquinas, equipamentos, impostos e taxas fixas, animais produtivos e de trabalho, sistematização e correção do solo, lavouras permanentes, dentre os mais importantes. Os principais itens que compõem o custo fixo são:

  • Depreciação;
  • Juros sobre o capital fixo;
  • Capital investido em terras;
  • Juros sobre o capital investido em outros ativos fixos;
  • Seguro sobre o capital fixo;
  • Mão-de-obra permanente;
  • Taxas e impostos fixos.

 

Custo de Produção variáveis

Custos variáveis são aqueles que variam com a quantidade produzida. São exemplos deles os gastos com insumos de modo geral (sementes, fertilizantes, defensivos, alimentos, medicamentos); serviços prestados por mão-de-obra temporária, serviços de máquinas e equipamentos executados, dentre outros.

Os principais itens que compõem o custo variável são:

  • Custo com conservação e reparos de máquinas, equipamentos e benfeitorias;
  • Outros custos variáveis.

 

Custo total

O custo total se refere à soma dos custos fixos e variáveis que envolvem a produção. Aqui, você terá o valor integral de todo o investimento envolvido na fabricação de seus produtos ou de seus serviços.

Também é preciso calcular a média do custo total para cada unidade produzida. Para isso, é possível somar o valor da média do custo variável com a média do custo fixo.

 

Quais produtos devo considerar no cálculo?

Inicialmente, o cálculo do custo de produção agrícola não deve ser pautado pela saída de recursos, mas, sim, por sua aplicação na lavoura.

A metodologia leva em conta os custos fixos e variáveis, que incluem despesas administrativas, pagamentos de funcionários, transporte, insumos, armazenamento, impostos, entre outros.

 

Análise Para Cálculo de Produção

 

Veja quais os principais pontos para a base do cálculo de custo e como eles devem ser utilizados a seguir.

 

Mão de obra

As despesas de mão de obra incluem, evidentemente, os salários de todos os colaboradores envolvidos na propriedade.

É importante notar, porém, que, embora sejam pagos mensalmente eles representam um determinado número de horas esperadas de trabalho.

O que deve ser levado em consideração não são, portanto, os estipêndios, mas, sim o valor da mão de obra.

 

Insumos

Os valores de adubos, defensivos e fertilizantes colocados na lavoura devem ser calculados durante o uso e não quando estiverem no estoque.

Por exemplo, se você comprou 200 kg de fertilizante, porém utilizou 100 kg, seu custo deve ser feito em cima de 50%, já que a propriedade também fará a gestão de estoque.

 

Nutrição Mineral de Plantas: Macronutrientes.

 

Máquinas e instalações

Quando comprar uma máquina, o produtor não poderá agregar o preço total dela no custo de produção da safra vigente.

 Afinal, equipamentos e instalações devem ter apenas uma parte da alíquota inserida no custo da safra ou no fechamento anual de despesas. Estes itens trazem benefícios ao longo do tempo em que são manuseados.

 

Despesas gerais e outros

Energia elétrica, água, frete, administração e encargos devem ser calculados, igual aos insumos, ou seja, no momento de uso e proporcionalmente. Com isso, o custo de produção demonstrará a realidade econômica da empresa rural.

Dessa forma, realizar a apuração desses dados não é simples, mas a tecnologia tem auxiliado bastante com a introdução de softwares específicos ao agronegócio. Eles geram informações detalhadas e integradas que favorecem um controle preciso das etapas.

 

Métodos de cálculo dos custos de produção agrícola

Antes de escolher o método de custo de produção, é necessário selecionar a medida empregada. Elas podem ser representadas por R$/ha (reais por hectare) ou R$/saco para que, depois, sejam convertidas em dólares com objetivo de comparação.

 

Métodos de Cálculo de Produção Agrícola

 

Existe, ainda, o saco por hectare, que ao coletar os dados completos pode ser dividido pela quantidade de hectare.

Porém, esse não apresenta valores precisos, visto que uma área pode ser mais produtiva que outra. Sendo assim, o cálculo deve ser feito por talhão para obter resultados definitivos. Contudo, considere a média da fazenda inteira para dividir o valor por cada talhão.

Agora, você pode empregar os seguintes métodos de custeios: variáveis e fixos, operacional efetivo, operacional total, por absorção, Activity Based Costing (Custeio Baseado em Atividades) e custo total.

 

Conclusão

Toda compra e todo gasto na sua produção agrícola deve ser planejado e orçado antecipadamente para que se possa ter um controle efetivo das finanças.

Ao fim do cálculo que aponta os valores reais do custo de produção agrícola mensalmente, é importante fazer a comparação entre o custo orçado e o custo realizado para planejar ajustes nos próximos orçamentos.

Todo esse processo que detalhamos é extremamente importante para que você possa gerir bem e ter sucesso no seu negócio rural. Gostou de saber mais sobre o assunto?  Deixe seu comentário!

 

Pós-Graduação em Gestão e Economia do Agronegócio

Michelly Moraes