(31) 9 8720 -3111 [email protected]

A citricultura brasileira detém a liderança mundial, se destacando pela promoção do crescimento socioeconômico. Preparamos esse artigo para que você leitor, entenda a fundo sobre a cultura de citros. Se tem interesse no assunto continue a leitura, e fique por dentro de tudo.

Vamos lá!

 

CULTURA DE CITROS

 

O Brasil é um tradicional produtor de frutas cítricas. Laranjas, limões, limas e tangerinas são variedades conhecidas e que fazem parte da rotina do brasileiro, seja em consumo in natura ou em forma de sucos e sobremesas.

A citricultura está presente em todos os estados brasileiros. Mas para os cultivos comerciais, Minas Gerais e São Paulo ocupam posição de destaque no ranking nacional.

Na sequência, os estados da Bahia e Sergipe são outros grandes produtores de citros. Neste artigo vamos abordar tudo sobre essa cultura, que tem uma grande importância socioeconômica.

 

 

Importância Da Cultura Citros

A citricultura brasileira, que detém a liderança mundial, têm se destacado pela promoção do crescimento socioeconômico, contribuindo com a balança comercial nacional e principalmente, como geradora direta e indireta de empregos na área rural.

As laranjeiras, as tangerineiras, as limeiras ácidas e os limões verdadeiros são os principais tipos de citros cultivados no Brasil.

As laranjeiras são os citros de maior importância econômica. A pujança da produção brasileira deve-se ao grande mercado mundial de exportação de suco.

 

Importância do citros para nutrição humana

A vitamina C presente nos citros auxilia no fortalecimento da imunidade, ajuda na cicatrização de feridas e queimaduras e é essencial para a saúde das gengivas e prevenção da coagulação sanguínea.

 

Importância dos Citros para saúde humana

 

Frutas, além de nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo, fornecem também compostos que reduzem o risco de desenvolvimento de doenças crônicas.

Este efeito protetor tem sido atribuído às propriedades antioxidantes, dos quais as frutas cítricas são importantes fontes.

Além das vitaminas, alguns minerais também estão presentes nesses alimentos, como o potássio, por exemplo, que evita as câimbras e atua no controle da pressão arterial.

 

Solos no Brasil

 

Contexto Histórico da Cultura de Citros

São originários principalmente das regiões subtropicais e tropicais do sul e sudeste da Ásia, incluindo áreas da Austrália e África. Foram levados para a Europa na época das Cruzadas.

Por volta de 1530, os portugueses introduziram as primeiras sementes de laranja doce nos Estados da Bahia e de São Paulo. Dadas às condições ecológicas favoráveis, as plantas produziram satisfatoriamente, e as frutas já eram de excelente qualidade.

Mas somente a partir de 1930 é que a citricultura começou a ser implantada comercialmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, e posteriormente se espalhou por todo o país.

 

Cultura de Citros

 

A produção mundial de citros é de aproximadamente 102 milhões de t por ano, e é oriunda de extensa área cultivada, com 7,3 milhões ha, que supera em grande parte outras fruteiras tropicais e subtropicais como banana, maçã, manga, pera, pêssego e mamão.

Os maiores produtores de laranjas são o Brasil e os Estados Unidos, que juntos representam cerca de 45% do total mundial.

 

Como produzir cultura de Citros

 

Exigências de solo, clima e chuva

As frutas cítricas são facilmente adaptáveis a solos com diferentes características químicas e físicas. Porém, as plantas se adaptam melhor a solos de textura média, profundos (mínimo de um metro de profundidade efetiva), bem drenados e areados.

O crescimento vegetativo das plantas ocorre em locais com temperaturas de 13ºC a 40ºC, com faixa ótima entre 23ºC e 32ºC. A coloração alaranjada das cascas de laranja e tangerina é intensificada por baixas temperaturas na época do amadurecimento, o que valoriza os frutos no comércio.

 

Plantio de Citros

(Fonte: Ambiente Brasil, 2022)

 

Chuvas em torno de 900 a 1.500 milímetros por ano são suficientes para o cultivo de citros. Entretanto, o uso da irrigação, mesmo em locais com quantidades de chuvas nessa faixa, pode resultar em mais produtividade e qualidade de frutos.

Os sistemas de irrigação mais utilizados são os localizados, isto é, irrigação por microaspersão e gotejamento.

 

Porta-enxertos e mudas

A escolha do porta-enxerto é extremamente importante para o sucesso do pomar. A combinação copa e porta-enxerto é responsável por uma série de características das plantas, como resistência a pragas, doenças e seca, adaptação a solos com diferentes características físico-químicas, porte da planta, qualidade dos frutos e produtividade.

 

Mudas Para Plantio de Citros

(Fonte: Citros Setin Mudas, 2022)

 

A qualidade das mudas é outro fator importante para obtenção de pomares sadios e produtivos. Uma muda de boa qualidade deve estar enxertada sobre porta-enxerto cuja semente foi obtida de plantas registradas.

A borbulha deve ser oriunda de plantas matrizes livres de doenças, principalmente as transmissíveis por enxertia. Já a utilização de telado é indicada para a proteção de afídeos, vetores de vírus, cigarrinhas e do psilídeo que causa o Grenning, a doença mais destrutiva e a maior ameaça à citricultura no mundo.

 

Checklist agrícola

 

Plantio

plantio de citros deve ser feito no período chuvoso ou em outra época desde que exista água suficiente para irrigar ou regar. Evitar plantio nos dias de muito sol.

A definição do espaçamento depende de alguns fatores como o porte da planta, textura e níveis de nutrientes do solo, tratos culturais, culturas intercalares e irrigação.

 

Plantio de mudas de Citros

(Fonte: Rural Pecuária, 2021)

 

A escolha de variedades é feita em função da expectativa de comercialização do produto no mercado, quer seja para a indústria ou para o mercado de fruta fresca.

São estabelecidos talhões com área de até 10 hectares, onde são plantadas uma única combinação de copa e porta-enxerto, o que viabiliza o manejo, tratos cultuais e colheita.

 

Pragas e doenças

A laranjeira e os outros citros são atacados por ácaros, cochonilhas, coleobrocas (besouros que perfuram tronco e ramos), pulgõesmoscas-das-frutaslagartas, cochonilhas e formigas.

As doenças mais comuns são causadas por fungos: verrugose (lesões nas folhas e brotos), gomose (afeta os ramos, raízes e caule), melanose (lesões nos frutos, folhas e ramos), rubelose (ramos e tronco), mancha preta (frutos), e bactérias: cancro cítrico (folhas, ramos e frutos), clorose variegada dos citros (folhas e frutos) e huanglongbing (HLB) = exgreening (folhas e frutos).

 

Pulverização em Citros

(Fonte: Alma, 2022)

 

A manutenção do pomar em bom estado fitossanitário requer vigilância sistemática e efetiva ao aparecimento de problemas.

Assim, amostragens ou inspeções periódicas (semanais ou quinzenais) devem ser efetuadas nas plantas para detecção de qualquer praga no início de seu ataque. Desta forma, diagnosticado o problema, recomenda-se buscar orientação técnica para tomada de medidas de controle.

 

Tratos Culturais

Há vários tratos culturais a serem realizados, como retirada de brotações, ramos e frutos nos primeiros 2 anos, controle do mato nas entrelinhas, podas e outros.

Há a possibilidade da implantação de culturas anuais intercaladas nos 3 primeiros anos, sempre respeitando um espaço da planta de citros. A partir do terceiro ano já se tem boa produtividade do fruto, que deve ser colhido quando já maduro garantindo sua doçura.

 

Colheita

É preciso ter cuidado durante a colheita. Quando o fruto é derrubado no chão, podem ocorrer pequenas lesões e ferimentos provocados pelo contato com grãos de terra ou areia.

Mesmo quando microscópicos, esses ferimentos podem facilitar a entrada de fungos e bactérias que causarão o apodrecimento precoce do fruto.

 

Conclusão

É indiscutível que a cultura dos citros tem um grande importância econômica, e possuem propriedades benéficas tanto para os seres humanos, como para os insetos como as abelhas e outros animais que se alimentam do seus frutos.

Mas para o cultivo dessa cultura é preciso analisar alguns fatores importante do plantio a colheita. Neste artigo mostramos a importância do no plantio até sua colheita.

Se você gostou desse conteúdo e te ajudou e esclareceu suas dúvidas. Comente e compartilhe em suas redes sociais!

 

Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas

Michelly Moraes