fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Se você quer entender quais os diferenciais e como implementar o modelo de irrigação por gotejamento na cultura de interesse, esse artigo é para você.

Acompanhe, não fique de fora!

 

Irrigação por gotejamento

 

O que é Irrigação por gotejamento?

Irrigação por gotejamento é um método de irrigação controlado e específico que tem como característica a economia de recursos hídricos. Esse fator se deve principalmente pela proximidade da fonte de água com a raiz da planta, evitando o desperdício através da evaporação e aumentando o aproveitamento geral da água e nutrientes.

Ainda hoje, existe a ideia de que a irrigação por gotejamento é um sistema caro e acessível apenas à uma parcela de agricultores.

No entanto, nos últimos anos a tecnologia tem ganhado cada vez mais espaço e mostrado que seus inúmeros benefícios garantem mais viabilidade no campo.

 

pós-graduação em irrigação

 

Irrigação por gotejamento: Vantagens e desvantagens

No modelo de irrigação por gotejamento existes vantagens e desvantagens para esse técnica, abaixo detalhamos quais são:

 

Vantagens do sistema de irrigação por gotejamento

  • Polidade de controle rigoroso da quantidade de água fornecida às plantas;
  • Os sistemas são usualmente semi-automatizados ou automatizados, necessitando uma menor mão-de-obra para o manejo do sistema.
  • Reduz a incidência de pragas e doenças e o desenvolvimento de ervas daninhas
  • Possibilita o cultivo em áreas com afloramentos rochosos e/ou com declividades acentuadas
  • Excelente uniformidade de aplicação de água

 

 Desvantagens do sistema de irrigação por gotejamento

  • Ainda possui custo inicial elevado
  • Potencial de entupimento dos emissores pela deposição de partículas minerais e orgânicas.
  • Mangueiras expostas ao sol tem um tempo de vida útil reduzido
  • Necessita de água filtrada para diminuir os entupimentos

 

webinar plantas daninhas

 

Planejamento do sistema de Irrigação

Antes de começar, entre em contato com seu fornecedor de água ou com a secretaria responsável pelo saneamento para tirar quaisquer dúvidas legais sobre a instalação de sistemas de irrigação por gotejamento.

Tais precauções são necessárias para garantir que a instalação do sistema de irrigação não contamine a água.

Dívida sua área por necessidade de água. Antes de comprar os materiais, você precisará saber do que precisa exatamente. Faça um esboço do seu jardim ou da área que pretende irrigar e separe o mapa em várias regiões com base no seguinte:

  • A necessidade de água de cada planta: marque como muita, média ou pouca.
  • Os níveis de sol e sombra: caso a maioria das suas plantas tenha necessidades de água semelhantes, use a exposição ao sol para dividir seu jardim. As plantas sob sol pleno precisarão de mais água do que aquelas em sombra parcial ou total.
  • Tipos de solo: leve-o em conta se a sua área tem uma grande variação.

Desenhe a irrigação. Uma mangueira de gotejamento padrão pode atingir um comprimento máximo de 60 m, ou 120 m se a água entrar nela pelo centro.

O ideal é que cada mangueira de gotejamento atenda a uma área com necessidades de molhamento semelhantes. Os tubos de distribuição são uma alternativa menor às mangueiras de gotejamento. Eles só chegam a 9 m de comprimento. .

Divida seu jardim ou cultura em zonas de rega. Os emissores de gotejamento e o diâmetro do tubo determinarão a capacidade máxima do sistema de irrigação. Para que toda área tenha molhamento por igual, você pode dividir seu sistema em diferentes zonas.

 

Como funciona o sistema de Irrigação por gotejamento?

Este sistema aplica água localizada e controlada na planta, reduzindo, assim, a superfície do solo que fica molhada, exposta às perdas por evaporação. Com isso, a eficiência de aplicação é bem maior e o consumo de água menor.

A irrigação localizada é usada, em geral, sob a forma de sistema fixo, ou seja, o sistema é constituído de tantas linhas laterais quantas forem necessárias para suprir toda a área, isto é, não há movimentação das linhas laterais.

Porém, somente determinado número de linhas laterais deve funcionar por vez, a fim de minimizar a capacidade e melhor controle.

 

Como montar um sistema de Irrigação por gotejamento?

A irrigação por gotejamento é uma maneira eficaz e conveniente de regar as culturas de interesse. Abaixo vamos mostrar passo a passo como montar esse sistema.

 

Sistema de Irrigação por Gotejamento

 

Conectando a Fonte de Água

1º PASSO – Instale a linha principal, se necessário. Se ela estiver nos seus planos, instale-a como extensão da tubulação. Desligue o fornecimento de água e remova a torneira. Em seguida, rosqueie os canos com um conector. Conecte novas torneiras ao longo da linha principal, onde pretende colocar a mangueira do gotejamento, e passe fita de Teflon em todas as conexões para evitar vazamentos.

2º PASSO – Coloque um conector em Y (opcional). Ele permite a você usar a torneira mesmo depois de instalar o sistema de irrigação. Todo o equipamento restante será preso a um braço do Y, enquanto o outro pode ser ligado a uma mangueira ou a outra torneira.

3º PASSO – Instale um temporizador (opcional). Prenda esse aparelho ao conector em Y se quiser regar seu jardim automaticamente. Ele pode ser configurado para acionar a água em períodos específicos do dia.

4º PASSO – Instale um desconector. Em muitos lugares, esse passo é exigido por lei para evitar que a água contaminada volte e se misture à água potável. Leia o rótulo do dispositivo antes de comprá-lo.

5º PASSO – Adicione um filtro. A irrigação por gotejamento é facilmente entupida por ferrugem, minerais e outras partículas na água. Use uma rede de tamanho 155 (100 mícrons) ou mais.

6º PASSO – Conecte um regulador de pressão, se necessário. Também chamado de válvula redutora de pressão, ele diminui e regula a pressão da água nas tubulações de irrigação. Instale-a se o sistema tiver uma pressão acima de 28.000 Pa ou 40 psi.

7º PASSO – Encaixe a linha lateral, se necessário. Caso mais de uma mangueira de irrigação saia dessa torneira, instale a linha lateral de PVC primeiro. Cada mangueira da área sairá desse cano. Não se esqueça de proteger a linha lateral da luz do sol usando fita de alumínio.

 

Nutrição Mineral de Plantas Macronutrientes

 

Ligando a Irrigação Por gotejamento

1º PASSO – Prenda as mangueiras. Use um cortador de canos para cortá-las para o tamanho desejado. Empurre cada mangueira para um conector e prenda o conector ao regulador de pressão ou à linha lateral. Disponha as mangueiras na superfície e prenda.

2º PASSO – Prenda os emissores. Caso esteja usando emissores ou microaspersores, prenda-os ao longo das mangueiras. Use um punção para perfurar a mangueira e insira o emissor bem apertado.

3º PASSO – Tampe cada mangueira. Prenda uma válvula de descarga ou uma tampa a cada uma para evitar vazamentos. Embora você possa apenas dobrar a mangueira para trás e fixá-la, essas ferramentas tornam mais fácil a inspeção e a limpeza da tubulação entupida.

4º PASSO Teste o sistema. Coloque o temporizador no modo manual e ligue o fornecimento de água. Ajuste a torneira ou as válvulas de controle até que os emissores liberem um fluxo lento e constante. Depois de terminar, configure o temporizador de acordo com as necessidades do seu jardim.

 

Desafios na implantação da Irrigação por gotejamento

Em razão do custo dos equipamentos, a implantação e a manutenção do sistema será a maior dificuldade no processo, pois se trata de um sistema um pouco complicado. A quantidade de peças que são indispensáveis para implantar o método de irrigação por gotejamento dependerá de:

  •  Capital disponível para o investimento;
  •  Tipo de cultura;
  •  Tamanho da lavoura ou jardim.

A variedade dessa técnica pode mudar, porém geralmente o sistema é formado por mangueiras próprias para gotejamento, conectores para a mangueira, gotejadores e válvulas para controle de pressão.

 

Conclusão

A irrigação por gotejamento traz ótimos benefícios complementando a disponibilidade da água provida naturalmente pela chuva, proporcionando ao solo teor de umidade suficiente para suprir as necessidades hídricas das culturas. Com isso vem a importância dos agricultores escolher o tipo de irrigação ideal para sua cultura de interesse.

A irrigação por gotejamento é uma das técnicas mais utilizadas, principalmente em áreas mais secas. Esse sistema de Irrigação se destaca pelo fato de aumentar 90% a eficiência no uso da água, diminuição nas perdas por evaporação ou escoamento superficial. Pois, a água é depositada diretamente nas raízes das plantas.

Portanto esse sistema de irrigação vem ganhando cada vez mais espaço, atendendo as necessidades das culturas e dobrando sua produtividade.

 

pós-graduação em irrigação

Michelly Moraes