fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

O café é um dos principais produtos agrícolas na pauta das exportações brasileiras. Dentre inúmeras etapas na produção do café está a colheita, ou seja o recolhimento dos frutos maduros dos pés, sendo uma das partes mais importantes deste percurso. Neste artigo vamos discutir todo esse processo, além de mostrar os principais métodos.

Acompanhe!

 

Colheita de Café

 

A colheita de café

A produção de café no Brasil é uma atividade agrícola historicamente reconhecida por contribuir com a melhora social e econômica do país. A exigência, cada vez maior, dos consumidores por um bom padrão de qualidade do café.

A colheita do café são os principais determinantes na qualidade do produto final. Sendo assim a escolha do tipo e dos métodos utilizados, desde a retirada dos grãos de café do pé, até a colocação dos mesmos no veículo que irá transportá-lo à unidade de pré-processamento, é de vital importância.

 

Pós-graduacao Solos e Nutrição de Plantas.-min

 

Qual é a importância de uma boa colheita?

A colheita de café, quando bem feita, é responsável por um café de alta qualidade, já que dá início a um processo de seleção dos frutos maduros antes mesmo da separação de cerejas na fazenda.

Além disso, escolher o método de colheita mais adequado para cada lavoura é essencial para uma boa relação custo-benefício para o produtor, sendo mais econômica, produtiva e sustentável.

 

Quando realizar a colheita de café?

A colheita de café deve acontecer quando os frutos atingem seu estado de maturação fisiológico (cereja), que ocorre no período da seca, entre março/abril a setembro. A principal evidência da maturação é a mudança da cor da casca. No café, ela transita do verde para vermelho ou amarelo, de acordo com a variedade.

Isso é o resultado da intensificação das atividades respiratórias, produção do etileno e, na sequência, a degradação da clorofila e síntese de pigmentos, como carotenoides e antocianinas.

A hora certa de colher os grãos é quando eles atingem a maturação fisiológica com 55 a 70% de umidade. Para entender melhor, entenda quais são as denominações do café:

  • 60 a 70% de umidade: Verde
  • 45 a 55% de umidade :Cereja
  • 30 a 45% de umidade: Passa
  • 25 a 35% de umidade: Bóia
  • Menor que 25% – Coco

O ideal é que a colheita se inicie quando a lavoura ou talhão apresentar pequena quantidade de cafés verdes, menor que 20%, e estiver ainda com pequena quantidade de frutos passas ou secos, ou seja, no estágio pós-maturação.

 

Checklist de Softwares Agrícolas

 

Métodos de colheita de café

Existem vários tipos de colheitas de café ao redor do mundo. Basicamente, elas são feitas de três formas: manual, semimecanizada e mecanizada. Entenda as particularidades e diferenças entre cada processo.

 

Colheita manual

A colheita manual é o processo no qual a retirada dos frutos é feita de forma manual, tomando-se o cuidado para não quebrar ou danificar os ramos das plantas, o que pode prejudicar o desenvolvimento e a produção da safra seguinte.

 

Colheita Manual de café

(Fonte: Siga Notícia, 2019)

 

Embora exija a participação de muitos profissionais e seja um processo dispendioso, já que envolve vários retornos à lavoura.

Entretanto, esse tipo de colheita confere maior consistência ao café, garantindo preços mais altos que cobrem os custos com pessoal.  Esse é um dos métodos de colheita de café mais antigo e utilizado nas maiorias das lavouras, esta colheita é feita sendo elas etapas:

  • Arruação e varrição para levantar os frutos caídos;
  • Efetivação da derriça sobre panos ou peneiras;
  • Levantamento, abanação e transporte do café;

Os frutos caem sobre um pano ou tela estendido no chão, são recolhidos e selecionados para a próxima fase.

 

Colheita semimecanizada

Esta colheita pode ser plena ou seletiva e consiste na utilização de derriçadoras motorizadas portáteis, que facilitam o trabalho aumentando o rendimento dos trabalhadores.

Os catadores o utilizam para balançar os galhos dos cafeeiros, fazendo com que os frutos mais maduros se desprendam e caiam nas telas ou panos distribuídos ao longo do talhão.

 

Colheita semimecanizada

(Fonte: Portal Agropecuário, 2012)

 

A colheita semimecanizada funciona da seguinte forma:

  • Manual: É esticada uma lona no chão, onde 4 trabalhadores fazem a poda dos galhos e retiram os frutos.
  • Mecanizado: Com a lona espalhada no chão contendo os galhos com os frutos a própria máquina recolhe tudo e depois faz a trilhagem, ou seja, a separação dos frutos e galhos do café.

 

Colheita Mecanizada

As colhedoras de café podem ser tracionadas por tratores agrícolas ou automotrizes. Ambas realizam a colheita plena ou seletiva dos frutos, sem causar grandes danos à planta, sendo necessário o treinamento constante do operador da máquina para seu funcionamento correto.

Este modelo de colheita é recomendado para plantações feitas em terrenos planos que possibilitem a passagem das máquinas.

 

Colheita de Café mecanizada

(Fonte: RGS Máquinas, 2020)

 

Para fazer uso dessas máquinas, é recomendado definir o espaçamento entre as linhas da lavoura com base no tamanho das máquinas disponíveis no mercado.

Além disso, o plantio das mudas deve ser feito de forma alinhada, diminuindo assim a quebra de ramos da planta e das varetas da máquina.

 

Após a colheita de café

Para garantir uma boa qualidade do fruto em pós colheita, torna-se necessário seguir algumas recomendações tais como:

  • Realizar a colheita na época adequada;
  • Secagem do fruto o quanto antes para evitar fermentação;
  • Processamento e armazenamento de forma a preservar as características químicas e físicas dos grãos.

 

Nutrição Mineral de Plantas: Macronutrientes.

 

Secagem do café

Um dos pontos mais importantes do processo de pós-colheita é a estrutura de secagem, que deve ser realizada no mesmo dia da colheita.

O planejamento dessa etapa é extremamente necessário, uma vez que o produtor pode se deparar com uma produção maior do que sua capacidade de terreiros ou secadores mecânicos.

 

Processamento e Armazenamento

É recomendável que se comece a processar o café logo após a colheita, para evitar perdas e manter a qualidade.

O café é armazenado em sacaria de juta ou em big bags. Mas, embora possamos controlar o ambiente do armazém, perdas de qualidade são inerentes ao processo.

Ao longo de um ano de armazenamento, por exemplo, um café pode deixar de ser especial devido a essas perdas.

Assim, há uma tendência em buscar novas embalagens ou uso de atmosfera modificada para o armazenamento de cafés especiais.

 

Conclusão

fase de colheita do café é de suma importância no gerenciamento da atividade cafeeira, por isso os preparativos precisam ser feitos com excelência.

Os métodos e tipos de colheitas do café são fatores que influenciam a qualidade do produto, por isso, é bastante significativo inclusive, para determinar o custo dele.

Com tudo é ideal que o produtor tenha um planejamento e escolha o melhor método para obter sucesso em sua produtividade e qualidade. Em caso de dúvidas o ideal é procurar um especialista da área.

Se você gostou desse conteúdo e te ajudou e esclareceu suas dúvidas. Comente e compartilhe em suas redes sociais!

 

Pós-graduação em Solos e Nutrição de Plantas

Michelly Moraes