(31) 9 8720 -3111 contato@agropos.com.br

A agricultura vertical é uma vertente da agricultura, que mostra um tremendo potencial para revolucionar o campo. É um método para cultivar culturas dentro de casa em um ambiente altamente controlado e simulado. Neste artigo você irá conhecer melhor sobre esse tema.

Venha Comigo!

 

Agricultura Vertical

 

A agricultura vertical é a prática de cultivar culturas em camadas empilhadas verticalmente em um ambiente controlado, onde um ambiente natural é modificado para aumentar o rendimento da colheita.

Pode ser a solução para aumentar a produtividade, ao ponto em que ajuda a combater a questão da porcentagem decrescente de terras aráveis, que é um dos maiores desafios enfrentados pela agricultura em todo o mundo.

Em vez de solo, meios de cultivo aeropônico, hidropônico ou aquapônico são usados. Que torna a agricultura vertical muito mais benéfica é o fator de sustentabilidade que ela oferece. A agricultura vertical é sustentável, pois requer 95% menos água em comparação com outros métodos agrícolas.

 

CONCEITO DA AGRICULTURA VERTICAL

 

O conceito foi difundido em 1999 pelo biólogo Dickson Despommier, da Universidade de Columbia, em Nova York, mas foi idealizado pelo físico italiano Cesare Marchetti, em 1979, quando ele buscava uma forma eficiente de alimentar a crescente população do mundo.

Uma fazenda vertical é um conjunto espacial destinado para a produção de alimentos e remédios em camadas verticais.

A ideia por trás do conceito é utilizar instalações automatizadas que, com o auxílio de tecnologias, visam provocar o menor impacto ambiental possível e aumentar consideravelmente a produção de gêneros agrícolas.

 

Pós graduação em solos e nutrição de plantas

 

CONTROLE SOBRE O AMBIENTE

 

Nesse sistema fechado, todos os fatores ambientais, como luz, temperatura, gases, umidade e fertigação, podem ser ajustados de acordo com a necessidade de cada planta.

Esse controle permite o uso consciente de recursos, em especial dos naturais que estão se tornando escassos, como a água.

 

Fazenda Vertical - Controle de Ambiente

 

A fazenda indoor ainda protege a plantação de intempéries, como chuva e vento, e de ataques de pragas e insetos. Com isso, a agricultura vertical permite o cultivo de alimentos orgânicos sem o uso de agrotóxicos.

 

VANTAGENS E DESVANTAGENS DO SISTEMA DA AGRICULTURA VERTICAL

 

Sistema de Agricultura Vertical

(Fonte: CITY RAMANG.FR, 2019)

 

 A ideia vem carregada de vantagens e benefícios ao meio ambiente e para a sociedade, tais como:

  • Melhoria da qualidade do ar no ambiente urbano;
  • Redução dos impactos negativos às florestas;
  • Redução dos custos com logística e transporte da colheita;
  • Utilização de espaços abandonados ou sem uso;
  • Redução da contaminação do solo causada pelo uso de fertilizantes e agrotóxicos
  • Independência das condições climáticas, utilização de menor quantidade de água.

 

Nutrição Mineral de Plantas Macronutrientes

 

Desvantagens

Com a implantação das fazendas verticais temos algumas desvantagens, confira algumas;

 

Poluição atmosférica

Dependendo do método de geração de eletricidade usado, a estufa da fazenda vertical pode gerar mais gases de efeito estufa do que os produtos do campo, em grande parte devido ao maior uso de energia por quilograma de produção.

Como as fazendas verticais requerem uma energia muito maior por quilograma de produção do que as estufas comuns, principalmente por conta do aumento da iluminação, a quantidade de poluição criada será muito maior que a produzida no campo.

 

Poluição luminosa

Os produtores de estufa normalmente exploram o fotoperiodismo nas plantas para controlar se elas estão em estágio vegetativo ou reprodutivo. Como parte deste controle, os produtores acendem as luzes periodicamente durante a noite.

 

Poluição química

As estufas de hidroponia trocam regularmente a água, o que significa que há uma grande quantidade de águas que contém fertilizantes e pesticidas que precisam ser descartadas.

 

CRESCIMENTO URBANO

 

A agricultura urbana responde a uma preocupação mundial, que é o distanciamento entre os centros de produção e de consumo.

O transporte de alimentos por grandes distâncias é hoje uma das principais causas das perdas pós-colheita, e contribui para a pegada de carbono da agricultura, devido à utilização de combustíveis fósseis.

 

Florestas e fazendas verticais

(Fonte: SustentArqui, 2018).

 

Com isso a agricultura vertical seria um conjunto com outras tecnologias e práticas socioeconômicas, poderia permitir que as cidades se expandissem, mantendo-se ainda assim como um sistema autônomo.

Isso permitiria que grandes centros urbanos pudessem crescer sem destruir áreas de floresta. Além disso, a indústria da agricultura vertical proporcionaria emprego a esses centros urbanos em expansão.

Seria também uma forma de ajudar a reduzir o eventual desemprego criado pelo desmantelamento das fazendas tradicionais.

 

                       Transgenia de plantas na agricultura - Atualidades e perspectivas.

 

AEROFARMS – MAIOR FAZENDA VERTICAL DO MUNDO

 

Em Newark, no estado norte-americano de Nova Jersey, fica a maior fazenda vertical do mundo em sistema fechado. As plantações da AeroFarms ocupam uma área de 6.410 m² e representam hoje um exemplo mais visível de uma tendência para o futuro da agricultura.

A enorme fazenda vertical promete usar 95% menos água, em uma produção 75 vezes maior do que o método tradicional.

 

MAIOR FAZENDA VERTICAL DO MUNDO

(Fonte: AeroFarms, 2019).

 

As plantações funcionam dentro de galpões, em prateleiras, e são alimentadas por iluminação em LED, não precisando de solo  para serem cultivadas.

Os nutrientes são inseridos por meio de uma nuvem de pequenas gostas em suas raízes, garantindo a saúde dos alimentos.

As atividades da AeroFarms foram iniciadas em setembro de 2016, e até então o posto de maior fazenda vertical do mundo era ocupado por uma cultura em Tagajo, no Japão, com 2.300 m² e capacidade para colher 10 mil pés de alface por dia.

Já a instalação em Newark quase duplicou a extensão de área para plantio, e com isso dissemina o conceito de agricultura indoor como solução para a população no futuro.

 

Guia completo do aluno de Pós-Graduação nos setores ambiental, agrícola e florestal

 

CONCLUSÃO

 

Com aumento populacional mundial as fazendas verticais surgem como oportunidade de produzir mais alimentos ao mesmo tempo em que economiza recursos naturais, já que gasta-se uma quantidade infinitamente menor de água para regar as plantações e há uma redução considerável no uso de defensivos agrícolas, além de não ocupar grandes extensões de terra.

E com a agricultura vertical mostra, sobretudo, o espirito inovador na busca por soluções viáveis para problemas que a humanidade enfrentará no futuro, principalmente quanto à alimentação.

 

Pós-graduação em Solos e Nutrição de Plantas

Michelly Moraes
Últimos posts por Michelly Moraes (exibir todos)
ligamos para você AgroPós