(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Recursos naturais são os elementos da natureza com utilidade para a sociedade com o objetivo de desenvolver a comunidade, e garantir a sua sobrevivência. Neste artigo vamos abordar tudo que você precisa saber sobre recursos naturais, de sua importância aos diferentes tipos.

Vamos lá?

 

Importância dos Recursos Naturais

 

Recursos naturais são todos os elementos disponíveis na natureza que podem ser consumidos ou utilizados para a realização de outras atividades humanas, como a geração de energia. Eles podem ser renováveis ou não renováveis e são divididos em biológicos, minerais, hídricos e energéticos.

Indispensáveis para a manutenção da vida, os recursos naturais são responsáveis por suprir grande parte das necessidades do ser humano.

Por isso, muito se debate sobre a preservação dessas fontes com o intuito de garantir o desenvolvimento sustentável.

 

 

O que é Recursos Naturais?

Podemos definir os recursos naturais como qualquer elemento da natureza que ainda não tenha sido transformado pela ação humana, sendo vitais para a sobrevivência dos organismos vivos do planeta, como os animais e os humanos.

Eles suprem a necessidade dos seres vivos, o que os torna extremamente importantes à manutenção da vida. Os recursos naturais são assim chamados quando analisamos a relação homem-natureza. Isso ocorre devido ao uso da natureza pelos humanos para a transformação do espaço em que vivemos.

 

Recurso Natural

(Fonte: FRAGMAQ, 2016)

 

Uma árvore se torna um recurso natural quando a utilizamos para comer (frutos), construir abrigo (madeira) ou mesmo para nos aquecer (madeira e folhas).

Para que haja essa transformação, utilizamos esses recursos, que são encontrados em todos os cantos do globo, variando quanto à quantidade, localização geográfica, clima, relevo, entre outros fatores geográficos.

 

Importância dos Recursos Naturais

O homem sempre está, mesmo que indiretamente, consumindo os recursos do planeta, tanto para seu conforto quanto para sua sobrevivência.

Os recursos naturais ainda são muito abundantes, porém, não mais como antigamente. Como estão sendo usados em alta escala e nem sempre do devido modo, existe a incerteza para o futuro. Tais recursos são muito importantes para a sobrevivência do homem e de outros seres vivos.

A água, por exemplo, é um recurso que, talvez por ser ainda abundante, as pessoas não tenham dado o devido valor e estão desperdiçando milhões de litros todos os dias.

 

Exploração dos recursos naturais

(Fonte: Todo Estudo, 2021)

 

O que muitos não sabem é que apenas 1% de toda a água do mundo é apropriada para beber. O uso racional da água é muito importante tanto para o consumo do homem quanto para todos os outros seres vivos.

Outro recurso abusado pelo homem é nossa flora, que tem sido devastada. As plantas e árvores são responsáveis por pelo menos metade do oxigênio produzido no planeta.

 

Classificação de recursos naturais

Os recursos naturais são classificados de acordo com a sua capacidade e/ou tempo que levam para se recompor, divididos entre renováveis e não renováveis.

 

Recursos naturais renováveis

Os recursos renováveis são os bens que não se acabam, pois sempre serão produzidos pela natureza, ou seja, por mais que sejam utilizados pelo homem, eles não se esgotam.

Portanto, os recursos renováveis são caracterizados por possuírem uma alta capacidade de recuperação.

 

Recurso Natural Renovável- Energia eólica

 

São exemplos de recursos renováveis: luz do sol (energia solar), vento e ar (energia eólica) e os mares e os rios (energia hidrelétrica).

 

Recursos naturais não renováveis

Os recursos não renováveis são os que podem acabar ou diminuir muito, caso não sejam usados com moderação, de forma consciente. São alguns exemplos: água, vegetação, florestas, minerais, pedras preciosas, gás natural, energia nuclear e petróleo.

 

Recursos naturais não renováveis

 

Um recurso não renovável, depois que é utilizado, não é devolvido a sua origem na natureza e não possui capacidade de manutenção.

É justamente por este motivo que estes recursos são chamados de não renováveis, pois eles vão deixando de existir à medida que são usados.

 

Tipos de Recursos Naturais

A natureza, com sua diversidade, carrega uma grande variedade de elementos. Dessa forma, os recursos naturais podem ser oriundos de diferentes fontes. Confira a seguir os seus principais tipos:

 

Recursos biológicos

Os recursos biológicos também são traduzidos como recursos de origem animal e vegetal. Eles auxiliam na nossa alimentação, vestuário, locomoção, fornecimento de remédios para a indústria farmacêutica e muitas outras ações.

 

 Recursos minerais

Os recursos minerais são todos os minérios, rochas e pedras preciosas, sendo caracterizados como materiais inorgânicos presentes na crosta terrestre e associados a grande valor econômico.

A exploração desses minérios, como o ferro e o cobre, serve para fabricação de uma extensa gama de bens, incluindo eletrodomésticos, jóias, carros e, até mesmo, aviões.

Os recursos minerais metálicos com maior volume são o alumínio, ferro, zinco, cobre, chumbo, prata, platina e ouro, por exemplo.

 

Principais estudos ambientais.

 

Recursos hídricos

São os mais abundantes na superfície do planeta. Envolvem os oceanos, mares, rios, lagos, lagoas e aquíferos, sendo utilizados nas mais variadas atividades, como transporte, produção de energia e irrigação.

 

Recursos energéticos

Os recursos energéticos são quaisquer recursos naturais capazes de fornecer energia, por exemplo, os elementos radioativos utilizados nas usinas nucleares e os combustíveis fósseis – como o petróleo, gás natural e o carvão.

No entanto, a inevitável escassez desses recursos energéticos não renováveis, e sobretudo a poluição que eles causam, levam os principais países do mundo a apostarem cada vez mais em recursos energéticos renováveis, principalmente a energia solar e eólica.

Os aero geradores, que produzem energia por meio da força dos ventos, são utilizados nos grandes parques eólicos encontrados em terra ou sobre a superfície de oceanos.

 

Recursos naturais no Brasil

O Brasil é um país privilegiado em relação à disponibilidade de recursos naturais. O tamanho continental associado a climas quentes (tropical e equatorial, por exemplo) e uma grande variedade de biomas (Floresta Amazônica, Cerrado, Mata Atlântica) colocam nosso país como um grande detentor de riquezas naturais.

Temos um dos maiores litorais do mundo e, aproximadamente, 12% da água doce disponível para consumo em estado líquido, um verdadeiro privilégio hídrico.

As bacias hidrográficas do Amazonas, São Francisco e Paraná cobrem cerca de 70% do território nacional.

 

Recursos naturais no Brasil

 

Toda essa disponibilidade hídrica nos faz ter a maior usina hidrelétrica das Américas e a segunda maior do mundo, a Usina de Itaipu, no estado do Paraná.

Além desse poderio energético, as águas brasileiras tornam o Brasil um grande produtor de commodities, sendo liderança agrícola mundial em alguns produtos, como soja, laranja, cana-de-açúcar, entre outros.

Os recursos naturais existentes no Brasil são essenciais não só para os brasileiros, mas para outros países, pois exportamos imensas quantidades de alimento para diversos locais no mundo.

 

A escassez de recursos naturais

As causas das agressões ao meio ambiente são de ordem política, econômica e cultural, pois, a sociedade ainda não absorveu a importância do meio ambiente para sua sobrevivência, embora seja completamente dependente deste.

 

Consequência do uso negligente dos recursos naturais

 

Dessa forma, a sociedade tem usado os recursos naturais de modo negligente priorizando o lucro em detrimento das questões ambientais.

Entretanto, essa ganância tem um custo alto, já visível nos problemas causados pela poluição do ar e da água e no número de doenças derivadas desses fatores.

 

Práticas para um uso sustentável dos recursos naturais

 

Redução do consumo

Todos os dias, o consumidor é persuadido a fazer compras por impulso. Equipamentos de última geração, acessórios da moda, alimentos industrializados e coloridos, seja o que for, são muitos os atrativos que levam a compras motivadas pela emoção, e não pela necessidade.

Essas compras sem necessidade se refletem em um impacto muito negativo aos recursos naturais. Basta pensar em toda a linha de produção por qual o produto passou até chegar às suas mãos e quanta matéria-prima foi necessária.

 

Redução do desperdício

O descarte incorreto e o excesso de resíduos gerados pelas pessoas são grandes vilões do meio ambiente. Como vimos, o crescimento no padrão do consumo ao longo das décadas tornou a capacidade de o planeta gerar recursos simplesmente insustentável.

Mesmo levando em consideração o aumento da população mundial, a intensidade no consumo não tem ocorrido em ritmo proporcional.

E isso leva a grandes problemas no outro lado da cadeia de consumo: o desperdício e o descarte incorreto do lixo. Nesse sentido, a solução é simples, mas desafiadora: reduzir o desperdício por meio do consumo consciente.

 

Produtos Madeireiros e não Madeireiros: Conheça quais são e sua Importância.

 

Valorização de práticas sustentáveis nas empresas

As práticas sustentáveis podem melhorar a imagem da sua empresa, pois buscam diminuir os impactos ambientais das suas atividades, reduzir os custos de produção e do produto final.

As práticas possibilitam a recuperação de matérias primas, o aproveitamento dos resíduos em seu processo de fabricação ou até mesmo a comercialização deles para terceiros.

Adotar práticas sustentáveis não é só uma decisão de proteger o meio ambiente. É uma estratégia dos empreendedores que viram que a cada dia aumenta o número de consumidores conscientes que optam por produtos que garantem a sustentabilidade.

 

Conclusão

Os recursos naturais são elementos essenciais à existência do ser humano e à manutenção da vida. Admitindo os meios de produção e consumo da sociedade contemporânea, os recursos naturais ganham ainda mais importância em nosso dia a dia.

Com isso é preciso entendermos o que é um recurso natural é termos a plena noção do quanto eles são importantes para nossas vidas.

Assim, tendo essa consciência, a educação ambiental deixará de ser apenas uma matéria e a colocaremos em prática todos os dias, modificando hábitos e ajudando diretamente para o bem estar de todos.

 

Michelly Moraes