(31) 9 8720 -3111 contato@agropos.com.br

Paisagismo: Descubra o que você entende sobre o assunto!

O paisagismo vai muito além das plantas e organizar a paisagem, em qualquer escala, com elementos funcionais e estéticos.

É uma arte que visa o projeto e a composição de um espaço livre com diversas espécies de vegetações e equipamentos, como piscinas, caminhos, pergolados, fontes e cercas. Por envolver questões de composições do espaço está relacionado com a área de Arquitetura e Urbanismo. Além disso, cria diversas possibilidades de interação com a natureza.

Esta arte conjuga, neste esforço de recriação, planos, planificações, a administração e a manutenção de áreas livres, no interior das cidades ou à margem delas. Com o objetivo de organizar pequenas e vastas paisagens.

Não basta semear aqui e ali plantações decorativas. É necessário aliar recursos artesanais à percepção estética, sendo essencial, igualmente, saber combinar formatos e cores, para assim alcançar um resultado equilibrado e compatível.

O que é paisagismo?

O Paisagismo vai muito além da criação de jardins e praças. Trata-se de uma técnica bastante específica voltada também para a elaboração de projetos de criação ou substituição de espaços afetados por construções desordenadas.

Sua missão inclui recompor espaços geográficos e organizar a paisagem para criar condições de uso pelo público, utilizando não apenas conhecimentos de botânica e ecologia. Mas também de arquitetura e dos costumes da região, combinando cores e formatos para gerar um resultado harmonioso e agradável de convivência.

Paisagismo: Descubra o que você entende sobre o assunto!

Figura 1: Jardim com cores harmoniosas

Segundo recomendações da Organização das Nações Unidas, é necessário que as cidades contem com pelo menos 16 m² de área verde por habitante para diminuir o estresse urbano. Levando isso em conta, a arquitetura paisagística se mostra uma atividade extremamente valorizada, com um amplo campo de atuação.

O paisagismo atualmente

Nos dias de hoje, o paisagismo é altamente qualificado, ou seja, é desenvolvido por profissionais competentes, como um arquiteto paisagista, biólogos, engenheiro agrônomo ou outro profissional especializado.

Onde seus principais objetivos são: melhorar a estética, a funcionalidade, a segurança, o conforto e ainda a privacidade dos ambientes exteriores (e interiores quando for o caso).

http://materiais.agropos.com.br/problemas-solucoes-arborizacao-urbana-paisagismo

O Paisagismo só ocorre de verdade quando cada elemento colocado é pensado como uma composição arquitetônica, e não apenas como um objeto ou espécie.

No entanto, é importante frisar que, ainda não sendo sinônimos, paisagismo e jardinagem podem ser ferramentas que atuam em conjunto, onde a jardinagem se torna parte integrante do projeto de paisagismo efetuado.

Também é importante pontuar que paisagismo não se trata apenas de elementos naturais, podendo mesclá-los com elementos construtivos, como estruturas e até as próprias edificações.

Que em conjunto, são capazes de formar composições interessantes e úteis para os usuários. Dando uma relevância ainda maior para os que são pensados da maneira mais ecologicamente correta possível, para tornar o projeto vantajoso tanto para o homem quanto para todo o ambiente à sua volta. E por falar em vantagens, o projeto paisagístico pode proporcionar inúmeros benefícios a partir de sua execução.

 

Tipos de paisagismo

  • O paisagismo rural, definido como um tipo de paisagismo que visa ações de preservação e conservação.
  • O paisagismo é urbano, ou seja, voltado para a criação de espaços de lazer, esportes, entretenimento e contemplação. Integrando a natureza ao ambiente das grandes metrópoles.
  • E o paisagismo de áreas internas que tem como principal missão complementar a decoração. Esse tipo de paisagismo é visto com frequência em jardins externos, jardins de inverno, varandas e terraços.

 

Técnicas mais comuns de paisagismo

Técnicas mais comuns

Figura 2: Jardim Vertical, com elementos abaixo

  • Jardins verticais: um projeto criativo para decoração de casas e ideal para otimizar espaços pequenos.
  • Fazer caminhos: ideal para conectar os moradores com o jardim do ambiente.
  • Revestimentos e pisos: para separar e organizar espaços com plantas e grama.
  • Bancos e mesas: para transformar o ambiente em um espaço mais funcional.
  • Plantar em vasos: a grande vantagem é a mobilidade para o luar desejado e várias configurações.

 

Projeto Paisagístico

O Projeto de Paisagismo é realizado por um profissional da área de Arquitetura e Urbanismo. O que vai  para muito além da beleza e do apelo estético trabalha com o uso das formas, volumes, dimensões e texturas. Incorporando ao mesmo tempo características físicas e abstratas ao cenário, sendo essas relacionadas ao comportamento e até mesmo à filosofia.

 

Benefícios do Projeto de Paisagismo

Um projeto que tem como principais pilares a ventilação, a estética e o clima, já se tornam mais claros os benefícios gerados pelo paisagismo. Já que são características capazes de elevar o bem estar e até a qualidade de vida, mesmo que momentaneamente (em espaços públicos, por exemplo), das pessoas que entram em contato com uma obra do tipo.

E quando se fala em obra, não se trata apenas de obras famosas, de renomados paisagistas, como é o caso do internacionalmente conhecido e referenciado Burle Marx. E sim de qualquer que seja o projeto paisagístico realizado por um profissional da área, como já citado, que tenha sido realmente pensado visando os três pilares mencionados.

O perfil mais procurado pelas empresas

 

 

Pontuando os benefícios, no que diz respeito ao bem estar, podem ser citados o relaxamento mental, a conexão com a natureza, e o fato de o ambiente se tornar muito mais agradável na presença de um paisagismo. Tanto por ser esteticamente mais interessante, quanto por proporcionar maior conforto térmico, tanto em propostas externas, como uma praça pública, quanto internas, como um escritório.

Em uma escala urbana maior, é possível perceber que, quando há a presença de um projeto paisagístico bem pensado e executado, a cidade se torna mais bonita e agradável. O que minimiza, por exemplo, o calor, e até mesmo auxilia na drenagem natural em um período de chuva. O que é um importante fator, especialmente nas grandes cidades, nas quais a ação antrópica desenfreada tende a tornar-se tudo cimentado e asfaltado. Muitas vezes, causando transtornos urbanos e muitas inclusive acidentes em detrimento do não escoamento natural.

 

Etapas de um Projeto de Paisagismo

O Projeto de Paisagismo se divide em algumas etapas, tendo início na fase de Pesquisa, a fim de construir o repertório teórico do profissional que o realizará. Antecedendo o momento da Conceituação, na qual surgem os primeiros esboços e versões do projeto, que depois vêm a se tornar a projeto final. Esse que irá conter todos os elementos escolhidos e pensados de acordo com todas as características mencionadas anteriormente, além da problemática do projeto em si.

E por último, a etapa da Representação, onde são apresentados todos os detalhes técnicos e artísticos essenciais à compreensão do projeto.Tais como as alturas, larguras, volumes e materiais, através de plantas e cortes, em especial, para que a execução fiel e o projeto cumpra com todas as necessidades e especificidades observadas.

https://agropos.com.br/pos-graduacao-em-planejamento-e-gestao-da-arborizacao-urbana-e-do-paisagismo/

 

Tipos de Projeto de Paisagismo

Existem várias formas de se trabalhar projetos de paisagismo, tanto públicos como privados, como é o caso do Paisagismo Residencial, que tem caráter privado. E pode tornar melhor o cotidiano de toda uma família, a partir daquelas vantagens já citadas.

Para este tipo de paisagismo, ainda que de caráter privado, pode ainda auxiliar na integração da residência com o espaço público, como em relação à rua, por exemplo. Ou ainda ao condomínio ao qual faz parte, já que soma à própria edificação um aspecto mais agradável confortável e visualmente.

Tipos de Projeto de Paisagismo

Figura 3: Paisagismo Residencial

Já em relação ao paisagismo em obras de caráter público, podem ser citadas as Praça. Que com a presença do projeto, podem se tornar lugares agradáveis e servirem para todos os propósitos aos quais se propõem. Como por exemplo, enquanto um local agradável e tranquilo de permanência, que pode ser proporcionado pelo uso da vegetação (como árvores) em conjunto ao mobiliário urbano (como bancos).

Tipos de Projeto de Paisagismo

Figura 4: Paisagismo em perímetro Urbano

Neste mesmo contexto, podem ser ainda citadas as próprias Ruas, que para além de locais de circulação, podem se destacar por seu paisagismo, em meio ao cotidiano das pessoas na cidade.

Podendo ainda servir de ferramenta para diminuir a discrepância entre os ambientes destinados a veículos e pedestres, sendo estes últimos bastante prejudicados nos locais onde mal têm calçada.

O que torna ainda maior a necessidade de uma passagem mais agradável, mesmo que com um pequeno canteiro, mas que tenha sido de fato projetado para atender a este propósito.

 

Conclusão

Entende- se que o paisagismo é a integração do homem com a natureza, facultando-lhe melhores condições de vida pelo equilíbrio do meio ambiente. Ele abrange todas as áreas onde se registra a presença do ser humano.

Até mesmo nos desertos só é notada a presença dos seres humanos nos oásis, onde existe vegetação nativa ligada à água. Desde as áreas rurais até as regiões metropolitanas, o paisagismo deve atuar como fator de equilíbrio entre o homem e o ambiente.

Escrito por Michelly Moraes

Michelly Moraes
ligamos para você AgroPós