(31) 9 8720 -3111 contato@agropos.com.br

No cenário atual, várias são as práticas que contribuem com o sucesso da atividade agrícola. No entanto, para obter o sucesso na produção, minimizando os riscos, é preciso aplicar e dominar algumas tecnologias em sua gestão.

Dentre esses recursos, o uso da meteorologia no agronegócio está se fazendo cada vez mais presente na rotina de fazendeiros, engenheiros agrônomos e agrícolas. Afinal, a agricultura é uma atividade que está diretamente ligada às condições climáticas e, qualquer imprevisto pode colocar em risco o lucro da propriedade.

Neste artigo vamos conhecer a importância de utilizar o recurso no agronegócio, demonstrando que as informações obtidas pelos sistemas meteorológicos são essenciais para a tomada de decisão e pelo bom desempenho da produção.

Se interessa pelo assunto? Então continue a leitura!

Como funciona o monitoramento meteorológico?

Já é sabido que o desenvolvimento de culturas e lavouras depende diretamente de boas condições de solo e do clima de uma determinada região. Por essa razão, tentar ter bons resultados desconsiderando fatores como a quantidade de chuva, umidade e composição do solo e a taxa de incidência solar pode ser considerada uma atitude equivocada. Isso pois, tais fatores interferem diretamente no processo produtivo.

Desse modo, é essencial que o produtor ou profissional responsável, independentemente do tamanho da propriedade, tenha acesso ao maior número de informações possíveis sobre o ambiente e o clima na região na qual esteja localizada.

Assim, o monitoramento meteorológico fornece os dados com rapidez, melhorando o desempenho da atividade agrícola.

Para isso, é preciso que o responsável pela tomada de decisões sobre manejo tenha acesso aos dados referentes ao clima atualizado. Isso pode ser feito a partir do acompanhamento pela internet ou aplicativos (vou falar sobre alguns deles na próxima semana!). No entanto, caso deseje informações personalizadas, existem empresas que fornecem dados exclusivos para uma determinada propriedade, de acordo com as suas características em tempo real.

Qual é a importância da meteorologia para o agronegócio?

Vamos fazer um exercício: imagine perder tudo que está sendo cultivado em uma safra devido à falta de informações referentes a previsão do tempo e a mudanças no comportamento climático inimagináveis para um período. Quando não há a aplicação da meteorologia no agronegócio, falta planejamento e os riscos são altos. Nesses casos, o prejuízo financeiro pode ser uma preocupação a mais para o produtor.

Por esses e outros motivos, é sempre melhor saber qual o comportamento climático nos próximos dias. Dessa maneira, o responsável pelas ações pode adotar medidas preventivas contra pragas variadas ou em relação à colheita em períodos em que os níveis de precipitação serão muito altos, por exemplo.

Do mesmo modo, se a previsão é de pouca chuva para o próximo ano, é possível planejar um sistema de irrigação adequado ao plantio e às necessidades hídricas de uma cultura ou mesmo alterar a forma como são aplicados os defensivos na plantação.

Portanto, não é possível pensar em trabalho no campo sem pensar em meteorologia, tanto para grandes quanto para pequenos produtores.

Leia também: Tecnologia no agronegócio: 5 tendências que você precisa conhecer
Leia também: Espectroscopia facilita a caracterização química de matrizes do agronegócio brasileiro

Principais benefícios da previsão do tempo na agricultura

A seguir, conheça quais são, de fato, os benefícios dos acessos aos dados fornecidos pela meteorologia para o agronegócio.

Redução de custos

O orçamento de um empreendimento rural é fundamental para uma boa gestão, afinal, conseguir pagar as contas, obtendo lucro com a produção, são os principais objetivos de todos os produtores. O monitoramento do comportamento do clima atua, então, fornecendo dados importantes para que o produtor possa tomar as melhores decisões em relação ao manejo, evitando o desperdício financeiro. Assim, o dinheiro será todo investido em ações que trarão resultados mais acertados para a produção.

Planejamento da produção

Mais do que entender os eventos climáticos de uma dada estação, a meteorologia auxilia na previsão do comportamento de compras do consumidor. Dados sazonais podem indicar que tipo de produto as pessoas de uma determinada região estão mais dispostas a comprar e por isso, é possível direcionar os investimentos para a produção de itens que terão boa saída e bom preço em uma época do ano.

Melhora do posicionamento de mercado

Em um ambiente competitivo, graças a utilização de máquinas modernas e de tecnologia no agronegócio, a atividade deixou de ser obsoleta, passando a ser uma tendência na economia nacional. Portanto, mais do que aplicar tecnologia, profissionais que desejam sair na frente e se destacar no mercado, entender a previsão de eventos futuros auxilia a enxergar as melhores possibilidade de crescimento na propriedade.

Otimização do cultivo

Com acesso a dados cada vez mais precisos em relação ao tempo é possível otimizar a produção, extraindo o máximo nas condições ideais. Com isso, os próprios trabalhadores ganham mais confiança em suas funções pois sabem que estão agindo da maneira adequada.

Aumento da produtividade

Profissionais e produtores que têm acesso às informações climáticas referentes a sua região e no cenário nacional produz mais e melhor. Com isso, consegue otimizar o uso de recursos e mão de obra, obtendo mais lucros, além de fechar os melhores contratos.

Como vimos, não há dúvidas da importância da utilização da meteorologia no agronegócio. Afinal, as condições climáticas são responsáveis por grande parte das perdas na produção em fazendas. Como você não tem controle sobre elas, é essencial que você as preveja. Quem não se prepara para superar esses obstáculos perde espaço para concorrentes e não alcança os resultados que deseja. Por isso, você deve utilizar essa solução quanto antes em sua rotina de trabalho.

Gostou desse assunto e quer acesso a mais dicas como esta? Continue acessando o blog e tenha acesso a conteúdo atualizados nas áreas de agricultura, tecnologia e floresta!

Janaina Campos
ligamos para você AgroPós