(31) 9 8720 -3111 contato@agropos.com.br

Inscrições abertas para o curso de Manejo Integrado de Pragas A AgroPós está com inscrições abertas para o curso de Manejo Integrado de Pragas. O Manejo Integrado de Pragas (MIP) é assunto cada vez mais discutido por produtores agrícolas devido aos resultados benéficos de controle de pragas e, por vezes, economia de aplicação de defensivos.

O controle adequado das doenças que afetam a lavoura é sempre uma grande preocupação dos agricultores. E, para evitar maiores prejuízos, é preciso adotar práticas eficientes de contenção, além de investir na capacitação das equipes de trabalho.

O uso de defensivos agrícolas ainda é muito comum no Brasil, mas é preciso ter cuidado: esses produtos químicos podem contaminar e desequilibrar o meio ambiente se forem aplicados de forma incorreta. Por outro lado, os agentes biológicos são bem mais seguros e, por isso, já estão presentes em diversas regiões do país. Nesse contexto, o Manejo Integrado de Pragas é uma alternativa ao modelo tradicional de gestão agrícola, sendo capaz de garantir mais segurança e produtividade no campo.

 

Quais são os benefícios do MIP?

O uso das técnicas de Manejo Integrado de Pragas garante mais economia para os agricultores, que passam a gastar muito menos com defensivos agrícolas. Com uma programação baseada na análise de dados e no monitoramento das plantações, é possível reduzir o número de aplicações e ainda minimizar os estragos.

Dessa maneira, os trabalhadores também são menos expostos a esses produtos, diminuindo os riscos à saúde decorrentes da manipulação desse tipo de material.

Paralelamente, o MIP ajuda na manutenção do ambiente de produção e reduz as chances de contaminação ambiental.

Outra vantagem é o baixo investimento para a realização desse manejo e, claro, a estabilidade dos índices de produtividade da lavoura.

Além disso, essas práticas podem ser implementadas em propriedades de qualquer tamanho. Porém, é preciso lembrar que os profissionais devem ser capacitados para executar o monitoramento, as análises e as aplicações de maneira segura e objetiva.

O adiamento do uso de defensivos é mais um ponto positivo. Com o MIP, os produtores conseguem retardar a entrada dos agroquímicos, por conta da proporcionalidade encontrada entre as populações de insetos benéficos e as pragas ― de modo que menos intervenções sejam necessárias.

ligamos para você AgroPós