fbpx
(31) 9 8720 -3111 [email protected]

Matrículas Abertas

Início das aulas: Abril/2021

SEJA UM ESPECIALISTA EM SILVICULTURA

pós-graduação em silvicultura
Pós-Graduação em Silvicultura contemplar as principais características físicas e ambientais adequadas a um viveiro florestal e o manejo das florestas

O curso ainda aborda fatores e recursos que determinam o potencial produtivo florestal de uma região, focando em fatores abioticos e bioticos.

Será apresentado técnicas de silvicultura que facilitam a aquisição e uso eficiente desses recursos pelas árvores serão discutidas em detalhe e como elas devem variar de acordo com o ambiente e material genético utilizado no plantio.

Critérios e ferramentas para a silvicultura de plantações de eucalipto e técnicas de manejo na sustentabilidade ambiental, econômica e social.

Por Que Fazer Esse Curso? 

Melhoria de Currículo

Todos os cursos são credenciados pelo Ministério da Educação (MEC).

Z

Professores Renomados

Corpo docente altamente qualificado com Mestrado, Doutorado e Ph.D.

Plataforma Moderna

Aulas ministradas na Blackboard, ambienta virtual especializado no ensino a distância.

 
I

Curso a distância

Aulas ao vivo e online 2 vezes na semana, gravadas na plataforma de ensino para você ver quando quiser.

 

Disciplinas do Curso 

1. Manejo Integrado de Pragas

Identificação dos principais grupos de pragas e seus inimigos naturais, fatores favoráveis ao ataque de pragas, pontos críticos no controle de pragas, sistemas de tomada de decisão de controle de pragas, manipulação do ambiente de cultivo, controle biológico de pragas, resistência de plantas a pragas, controle comportamental, controle químico, programas de manejo integrado de pragas, manejo integrado de pragas em grandes culturas, manejo integrado de pragas de hortaliças, manejo integrado de pragas de fruteiras, manejo de pragas de plantas ornamentais, manejo integrado de pragas em culturas florestais e manejo integrado de pragas em cultivos orgânicos.

2. Modelagem de Crescimento da Produção

Elementos do Manejo Florestal. Classificação da Capacidade Produtiva. Modelagem do Crescimento e da Produção. Rotação Florestal. Uso de Pesquisa Operacional em Manejo de Florestas Equiâneas. Avaliação Florestal. Regulação de Florestas Equiâneas. Avaliação econômica. Crescimento e produção. Planos de manejo.

3. Propagação de Plantas Florestais

Sexuada: produção de mudas seminais para espécies florestais nativas e exóticas. Sementes ortodoxas e recalcitrantes. Métodos de quebra de dormência para espécies florestais. Propagação vegetativa: juvenilidade, utilização de fitorreguladores e microorganismos. Propagação vegetativa para famílias superiores ou selecionadas – conceito de minijardim virtual. Enxertia e suas aplicações (resgate de material genético; formação de pomar convencional e pomar indoor). Clonagem. Miniestaquia. Minijardim e microjardim clonal. Cultura de tecidos vegetais com ênfase na micropropagação vegetativa. Totipotência, morfogênese, competência, determinação, organogênese direta e indireta. Formação de bancos de germoplasma in vitro. Intercâmbio de material genético livre de doenças. Embriogênese somática.

4. Manejo Integrado de Doenças Em Espécies Florestais

Principais culturas florestais (eucalipto, pinus, seringueira e teca) e sua importância econômica e social. Principais agentes indutores de doenças em árvores. Avanços na detecção e identificação de patógenos florestais. Principais doenças bióticas em viveiro e manejo por meio de práticas culturais e aplicação de fungicidas. Principais doenças bióticas em campo: escape e controle mediante o uso de materiais resistentes. Técnicas de polinização controlada para transferência de genes de resistência a doenças e geração de novos materiais genéticos. Principais problemas e manejo de árvores de arborização urbana.

5. Práticas Silviculturais de Precisão

Introdução à silvicultura de precisão. Espacialização de dados oriundos de amostragem em campo e de sensores remotos. Avaliação e classificação da qualidade de sítios florestais. Recomendação ótima de genótipos e espaçamentos de plantio. Determinação de zonas de manejo e sistemas de aplicação em taxa variável (herbicidas, corretivos, fertilizantes, outros). Realização de inventário de sobrevivência e monitoramento de agentes causadores de danos às florestas (doenças, pragas, déficit hídrico, geadas, outros). Determinação da qualidade silvicultural.

6. Manejo de Solos e Nutrição de Plantas

Conceito de solo florestal e diferenças de solos agrícolas. Solos florestais e aspectos ambientais. Fatores determinantes do crescimento e produção florestal (fatores climáticos, fatores edáficos e bióticos; capacidade produtiva de sítios florestais). Propriedades do solo e produtividade florestal (propriedades físicas, químicas e biológicas em solos florestais. Técnicas de manejo do solo florestal). Biomassa e ciclagem de nutrientes em ecossistemas florestais (componentes da biomassa e alocação de nutrientes; ciclagem geoquímica e biológica de nutrientes; implicações edáficas e silviculturais da ciclagem; ciclagem de nutrientes e produtividade florestal sustentada). Nutrição mineral de espécies florestais (fatores que afetam a absorção de nutrientes; mecanismos de absorção; exigência e eficiência nutricional de espécies florestais; diagnose de deficiências florestais; manejo nutricional de viveiros florestais; manejo nutricional de povoamentos e pomares de sementes). Implicação de técnicas silviculturais na nutrição mineral. Adubação de espécies florestais (critérios para recomendação de corretivos e fertilizantes; sistemas para recomendação de fertilizantes; a experiência brasileira no uso de fertilizantes em plantios florestais). Manejo florestal intensivo e sustentação da produtividade do solo (capacidade produtiva do solo em florestas intensivamente manejadas; avaliação da sustentabilidade florestal; reflexos do manejo florestal e do solo na sustentabilidade da produção; modelos de sustentabilidade florestal; perspectivas futuras de florestas manejadas intensivamente).

7. Sensoriamento remoto e Vants<br />

Conceito e histórico do Sensoriamento Remoto. Principais sistemas sensores. Princípios físicos da energia eletromagnética e o Sensoriamento Remoto. Interações da energia eletromagnética com a atmosfera e com os alvos terrestres. Características de uma imagem digital. Interpretação qualitativa de imagens. Pré-processamento de imagens ópticas. Técnicas de processamento digital de imagens multiespectrais. Veículos Aéreos Não Tripulados: componentes, tipos, sensores, obtenção e processamento de imagens. Aplicações avançadas de Sensoriamento Remoto e VANTs nas Ciências Agrárias e Ambientais.

8. Tecnologia de Aplicação de Defensivos

Tecnologia de aplicação em culturas perenes e anuais, adjuvantes de produtos fitossanitários, bicos e pontas de pulverização, características, durabilidade e troca das regulagens e calibração. Seleção e recomendação de pontas de pulverização. Inspeção e avaliação de pulverizadores, segurança na aplicação de produtos fitossanitários. Influência das condições climáticas. Preparo de calda. Verificação e avaliação da qualidade de aplicação.

Nossos Alunos Recomendam 

“Sou engenheiro agrônomo, trabalho prestando consultoria e assessoria agrícola. A realidade de hoje onde não há espaços para erros e precisamos ser eficientes e a Pós-graduação em Solos e Nutrição de Plantas me deu os conhecimentos e ferramentas necessários para isso. Os professores possuem em alto nível de conhecimento, fazem parte de instituições renomadas, conseguem integrar as diversas áreas da agronomia, e os demais profissionais envolvidos com o curso sempre estão prestando todo o suporte necessário.”

Bruno Pirolli

Engenheiro Agrônomo, Videira/SC

“Sou engenheiro Agrônomo, atuo na área de assistência técnica em uma empresa de comercialização de produtos e máquinas agrícolas.  A pós graduação em avanços no Manejo Integrado de pragas e doenças, veio em um momento onde após concluir minha formação senti a necessidade de conhecer e buscar mais sobre o assunto, pois hoje a minha região sente falta de profissionais qualificados nesta área. Conheci a AgroPós através da internet, entrado em contato com o pessoal fui bem atendido. A equipe da AgroPós é muito qualificada.”
Felipe Bolzan

Engenheiro Agronômo, São Marcos/RS

Alunos Têm Vantagens Exclusivas! 
Z

Grupo exclusivo de WhatsApp
Z

Aulas 100% ao vivo
Z

Acesso por tempo Ilimitado
Z

Mais de 65 horas de aulas ao vivo
Z

Material didático e slides para os alunos 
Z

Certificado credenciado pelo MEC


AINDA TEM DÚVIDAS?
Confira se está aqui:

1. Qual a Validade do Certificado EaD?

O certificado entregue aos alunos que concluírem com êxito as disciplinas regulares e obtiverem aprovação no Trabalho de Conclusão de Curso (opcional) possui validade e direitos idênticos aos cursos inteiramente presenciais. Vale ressaltar que os cursos da AgroPós são reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

2. Como são as Avaliações?

Avaliamos nossos alunos da seguinte forma: 5 Atividades por disciplina: tarefas avaliativas realizadas individualmente em cada disciplina (valor: 45 pontos); 1 Prova Final por disciplina: prova presencial individual ao final de cada módulo que abordará sobre todo o conteúdo do módulo (duas disciplinas). O aluno poderá escolher um dos polos UNIS para realizar a prova. (Valor: 55 pontos). A aprovação na disciplina se dá quando o somatório de pontos (Atividades + Prova Final) atinja a nota mínima de 70 pontos.

3. O Trabalho de Conclusão de Curso é Obrigatório?

O Trabalho de Conclusão de Curso passou a ser uma tarefa opcional para cursos de pós graduação (decretado pelo MEC). Se o aluno optar por fazê-lo, deverá realizar a produção e defesa de um trabalho, nos moldes e normas científicas, conforme as normas específicas do curso. A partir do 3º e 4º módulos de cada turma, os professores estarão disponíveis para iniciarem as orientações. A banca será composta por três integrantes. O ambiente de orientação de TCC possui carga horária de 90 horas.  

4. Como Funcionam os Cursos?

Os cursos são divididos em 4 (quatro) módulos compostos por 2 (duas) disciplinas cada um. As disciplinas são de 45 horas no total. Cada módulo possui a duração de 60 dias. No final de todos os módulos do curso o aluno terá uma prova final a ser realizada presencialmente em um dos nossos polos. O aluno faz duas provas , sendo uma referente a cada disciplina.

5. Como são as Aulas?

Nossas aulas são ao vivo, duas vezes por semana durante o período noturno, via ambiente virtual Plataforma Blackboard. A plataforma faz a gravação da aula automaticamente para que o aluno possa acessar o conteúdo sempre que quiser. As aulas possuem uma hora de duração. Apostilas e conteúdos das aulas, como slides e videoaulas, ficam disponíveis na área reservada ao estudante.

6. Qual Duração do Curso?

Nossos cursos tem duração de 12 meses. Podendo chegar a  15 meses se o aluno optar por realizar o trabalho de conclusão de curso. O curso possui carga horária de 360 horas, podendo ser de ate 450 horas se o aluno fizer o TCC.

7. Posso Cancelar a Qualquer Momento?

Em nossos cursos o aluno pode efetuar o cancelamento a qualquer momento, sem pagar nenhuma multa ou ter qualquer ônus. Mas ele só precisa estar em dia com suas mensalidades, caso alguma esteja atrasada ele precisa quitar para efetivar a confirmação do cancelamento.

8. Se eu quiser trocar de Curso Posso?

Em nossos cursos  aluno pode efetuar a troca quando quiser. Mas ele precisa estar ciente de que o valor pago não sera reembolsado ou aproveitado para o novo curso. Caso haja disciplinas que podem ser aproveitaveis, fazemos esse ajuste no valor total do seu curso.

9. É seguro entrar na lista de espera?

Sim é totalmente seguro. Antes de iniciarmos o curso entraremos em contato para confirmar sua matricula e lhe passar os dados para efetivar sua inscrição.
ligamos para você AgroPós